MidiaMAIS / Famosos

Suspeito de atropelar e matar pai de Nicki Minaj se entrega à polícia

O motorista acusado de atropelar e matar o pai de Nicki Minaj na última sexta-feira (12) se entregou à polícia nos Estados Unidos.

Nathália Rabelo Publicado em 18/02/2021, às 18h15

Pai de Nick Minaj faleceu no último domingo (Foto: Reprodução/Instagram)
Pai de Nick Minaj faleceu no último domingo (Foto: Reprodução/Instagram) - Pai de Nick Minaj faleceu no último domingo (Foto: Reprodução/Instagram)

O motorista acusado de atropelar e matar o pai de Nicki Minaj na última sexta-feira (12) se entregou à polícia nos Estados Unidos na quarta-feira (17). Segundo as informações do TMZ, Charles Polevich, de 70 anos, é acusado de não ter prestado socorro, deixado o local no momento do acidente e de ter adulterado ou suprimido evidências físicas.

Pai de Nicki Minaj, Robert Maraj, de 64 anos, foi atingido pelo carro de Charles às 18h15 de sexta-feira em um cruzamento, enquanto caminhava pela Roslyn Road, em Mineola.

Conforme o TMZ, autoridades disseram que após o acidente, o condutor “saiu de seu veículo parou em frente à vítima e perguntou-lhe se ‘ele estava bem’, caminhou e voltou para seu veículo e fugiu do local”.

Policiais também afirmaram que Polevich dirigiu até sua casa “evitando cruzamentos e escondendo seu veículo na garagem individual de sua residência”.

De acordo com a imprensa internacional, Polevich está em liberdade após pagar fiança fixada em US $ 250 mil (aproximadamente R$ 1,3 milhão), ter a habilitação suspensa e o seu passaporte retido.

Maraj chegou a ser levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no domingo (14).

Atropelamento

Maraj caminhava em uma estrada de Mineola por volta das 18h de sexta-feira (12) quando foi atropelado por um carro que seguia para o norte na Roslyn Road, no cruzamento com a Raff Avenue.

Após o acidente, o pai da artista chegou a ser levado para o hospital em estado crítico, mas não resistiu aos ferimentos. A rapper, de 38 anos, não se manifestou sobre a morte do pai até o momento.

Jornal Midiamax