MidiaMAIS / Famosos

Samantha Schmütz detona artistas após incêndio na Cinemateca de SP

Em seus Stories do Instagram, atriz criticou os artistas que não falaram sobre o ocorrido, principalmente aqueles que "apoiam esse governo"

Nathália Rabelo Publicado em 30/07/2021, às 13h34

Samantha Schmütz
Samantha Schmütz - Foto: Reprodução/Instagram

A atriz Samantha Schmütz criticou os artistas, sem especificar nomes, após a omissão sobre o incêndio na Cinemateca de São Paulo, que aconteceu na noite dessa quinta-feira (29). Em seus Stories do Instagram, a atriz criticou os artistas que não falaram sobre o ocorrido, principalmente aqueles que “apoiam esse governo”.

“Cara, é muito triste o que está acontecendo com o nosso cinema, com a nossa cultura. Fico pensando que as pessoas, os artistas que apoiam esse governo, que ajudaram a eleger esse governo, que fazem cinema, estão quietas. Essas pessoas, que usurpam da arte para fazer somente coisas periféricas, usam da arte somente para fazer publis, capas, presenças, eventos, mas não estão nem aí para o cinema nacional…Essas pessoas deveriam ter vergonha na cara e nunca mais pisar em um set de filmagens, nem para fazer figuração, que fosse”, reclamou.

“Cadê as beldades que estavam em Cannes desfilando seus colares? Atrizes, modelos, cadê, gente? Vocês, lindas, que foram para Cannes? Vocês têm milhões de seguidores, são maravilhosas. Vão para lá, desfilam vestidos de marca. Pessoas vão para Cannes representar o cinema brasileiro, mas nunca venderam um ingresso. Vamos acordar, está tudo errado! Parem, acordem! Parem de pensar só no seu umbigo e em sua conta bancária”, continuou.

Para terminar, a atriz ainda disse que seu sonho “é que pseudo-artistas não ocupem lugar de verdadeiros artistas”.

Já em seu Twitter, ela disse: “‘Artistas’ que ajudaram a eleger esse monstro e não se manifestam em relação ao incêndio criminoso da Cinemateca, deveriam [ser] proibidos de pisar num set para o resto da vida!”.

A Cinemateca Brasileira, localizada na Vila Leopoldina, em São Paulo, teve o galpão de arquivo atingido por um incêndio. O fogo começou em uma sala de acervo histórico de filmes durante uma manutenção de ar-condicionado e se alastrou para mais duas salas.

Jornal Midiamax