MidiaMAIS / Famosos

Pocah é processada em R$ 30 mil após rescisão de contrato

Pocah faria um ensaio fotográfico para a temporada de inverno/verão para uma marca de roupas femininas

Nathália Rabelo Publicado em 05/08/2021, às 19h00

None
Foto: Reprodução

Pocah está sendo processada no valor de R$ 30 mil por conta de um ensaio fotográfico que não aconteceu. A marca Planet Girls, especializada em roupas femininas, entrou na Justiça contra a cantora e as empresas Gold 120 Produções e Mynd. O motivo alegado pela empresa seria de rescisão contratual, assim estaria pedindo uma indenização de metade do valor total do cachê. As informações são da jornalista Fabia Oliveira, do jornal O Dia.

De acordo com o contrato, Pocah faria um ensaio fotográfico para a temporada de inverno/verão, além das datas comemorativas do dia das mães e Dia dos Namorados, mas o motivo tem a ver com a pandemia.

O contrato previa uma sessão de fotos de 13 looks, mas a cantora exigiu que a marca realizasse a testagem de covid-19 na equipe que estava encarregada pelo projeto.

A Planet Girls teria recusado o pedido, alegando falta de tempo prévio e valor alto para a realização do teste em sete pessoas, que daria cerca de R$ 2.400. Diante da situação, a Planet Girls não fez mais a campanha e foi à Justiça pedindo indenização de R$ 30 mil, metade do cachê que Pocah receberia.

A empresa que agencia Pocah soltou um comunicado, por meio de seus advogados, explicando toda a situação.

“A rescisão contratual se deu por culpa única e exclusiva da marca, que, dentre outras penalidades, optou por não cumprir as exigências e protocolos instituídos pelas autoridades locais, bem como pela Organização Mundial de Saúde diante da pandemia de Covid-19 que assola o mundo. Sendo assim, não há qualquer responsabilidade da artista, muito menos da empresa de publicidade, pela não realização do trabalho objeto da ação. Demais fatos e circunstâncias, serão devidamente esclarecidos em juízo, órgão competente para analisar a causa”.

Jornal Midiamax