MidiaMAIS / Famosos

Britney Spears rompe silêncio sobre tutela abusiva de pai e pede liberdade; confira

'Estou traumatizada. Não estou feliz, não consigo dormir', afirmou em audiência. Esse é apenas um dos relatos da tutela abusiva exercida por seu pai, Jamie Spears, desde 2008.

Nathália Rabelo Publicado em 24/06/2021, às 13h39

None
(Foto: Reprodução

Britney Spears prestou depoimento sobre o processo de tutela que o pai, Jamie Spears, tem sobre sua vida, negócios e fortuna desde 2008, nesta quarta-feira (23). A cantora começou o discurso falando que mentiu ao falar para o mundo inteiro que estava bem ou feliz ao falar sobre os posts recentes nas redes sociais.

"Eu estive em negação, estive em choque, estou traumatizada", afirmou Britney. "Não consigo dormir, estou deprimida, choro todos os dias".

Na sequência, a cantora pediu que a tutela termine "sem que ela tenha que ser avaliada" e acrescentou: "Realmente acredito que essa tutela é abusiva".

"É desmoralizante tudo que passei. Nunca disse isso abertamente - nunca pensei que alguém fosse acreditar em mim. Não estou mentindo. Só quero minha vida de volta", afirmou. "Já se passaram 13 anos e isso já é o suficiente. Eu guardei isso por tanto tempo, mas isso não é bom para o meu coração".

Britney também falou que quer se casar e ter um filho, mas usa DIU, dispositivo intrauterino, que a impede de engravidar e não tem autorização para retirá-lo. "Eu tenho um DIU em meu corpo agora que não me deixa ter um bebê e meus tutores não me deixam ir ao médico para retirá-lo". A cantora justificou que não aparece nas audiências e envia sempre pedidos e queixas pelos advogados, porque não é ouvida.

"Muita coisa aconteceu desde dois anos atrás, a última vez que estive no tribunal”, disse Britney. "Não acho que fui ouvida em qualquer nível quando fui ao tribunal da última vez."

Ela então continuou a detalhar que foi forçada a fazer uma turnê em 2018, e forçada a mudar sua medicação, que a fazia se sentir constantemente "bêbada". Essas são apenas alguns aspectos de uma longa lista de outras queixas que faziam Britney se sentir uma escrava. “Não apenas minha família não fez nada, como meu pai foi totalmente a favor”, disse.

Britney terminou seus comentários dizendo: "Eu mereço um intervalo de dois a três anos. Me sinto cercada, intimidada, deixada de lado e sozinha. Cansei de me sentir sozinha. Mereço ter os mesmos direitos, ter um filho ou qualquer uma dessas coisas. "

É a primeira vez que a cantora se dirige diretamente ao tribunal desde que seu advogado pediu a suspensão de Jamie como tutor da herança estimada em US$ 60 milhões.

A participação da cantora na audiência aconteceu de forma virtual, assim como a de outras partes envolvidas no caso. Apenas o áudio da reunião on-line está sendo divulgado.

A vontade de falar diretamente à Corte foi um pedido da própria Britney. Ela não costuma falar sobre o assunto de forma direta e pública. No começo da audiência, uma advogada chegou a pedir sigilo ao juiz, mas a própria cantora falou que queria que os registros fossem divulgados. "Eles fizeram um ótimo trabalho explorando minha vida. Acho que deveria ser uma audiência pública. Eles deveriam escutar o que eu tenho a dizer."

A audiência entrou em recesso após a fala de Britney. Além dos advogados da cantora e de Jamie, a mãe, Lynne Spears, também estava presente virtualmente.

Sam Asghari, namorado da cantora, compartilhou uma foto em que vestia uma camiseta com a frase "Free Britney". Fãs também foram às ruas para mostrar apoio à cantora em diversos pontos de Los Angeles.

No retorno, os áudios foram cortados após a suspeita de que alguém estava filmando a audiência. Agora, fãs e internautas aguardam a decisão após a audiência.

Imagem de Britney Spears como se estivesse sendo censurada aparece em protesto do movimento "Free Britney" na quarta-feira (23), mesmo dia em que a cantora dá depoimento sobre processo de tutela do pai (Foto: Rich Fury / Getty Images North America)

Confira o áudio do depoimento de Britney Spears na íntegra, em inglês:

Jornal Midiamax