MidiaMAIS / Famosos

Nas redes, Luan Santana e Mariano lamentam morte de Paulo Gustavo

Sertanejos expressaram tristeza relembrando momentos com o humorista

João Ramos Publicado em 05/05/2021, às 12h12

Fotos que Mariano e Luan compartilharam nas redes sociais
Fotos que Mariano e Luan compartilharam nas redes sociais - (Reprodução)

Um soco no estômago: é isso que a perda de Paulo Gustavo está representado para o país. A população brasileira está em choque com o silêncio das boas gargalhadas. O humor perde, o Brasil perde, todos perdem.

A classe artística, muito próxima do humorista, está inconsolável. Tatá Werneck, Larissa Manoela, Giovanna Ewbank, Mônica Martelli, Preta Gil, entre tantos outros inúmeros artistas manifestaram solidariedade ao viúvo de Paulo, aos filhos, e exorcizaram a dor em publicações na internet.

Representantes de Mato Grosso do Sul no Brasil, Luan Santana e Mariano também estão inconsoláveis com a partida precoce do ator. Os sertanejos compartilharam momentos registrados e eternizados ao lado de Paulo Gustavo para expressar a tristeza.

"Não dá pra acreditar 😭 perdemos hoje um dos maiores e melhores artistas do Brasil... Descanse em paz meu amigo @paulogustavo31! Que Deus conforte nossos corações!", escreveu Mariano, relembrando participação em humorístico junto com Paulo.

Luan Santana falou em nome de todo o país. "As palavras insistem em desaparecer nesse momento de tanta tristeza. Paulo, em nome de todos os brasileiros, muito obrigado por cumprir sua missão com tanta maestria. Você espalhou amor e alegria. Era impossível estar ao seu lado e não abrir um largo sorriso", iniciou.

"Personagens que fazem parte da nossa vida e levaremos pra sempre com a gente. Como não rir com a “Dona Hermínia”, a “senhora dos absurdos”, o “sem noção”? Todo meu carinho aos familiares, amigos, fãs... ao Brasil. O país perde um dos seus maiores artistas, mas o seu legado jamais será esquecido", concluiu Luan.

O último adeus

Paulo terá cerimônia fúnebre e será cremado nesta quinta-feira (6), em local não divulgado pela assessoria para evitar aglomerações. O ator, falecido aos 42 anos, partiu no dia 4 de maio após quase dois meses internado por complicações da Covid-19.

O humorista deixa o marido viúvo e dois filhos.

Jornal Midiamax