MidiaMAIS / Famosos

Após interditar Britney Spears, pai da cantora quer acabar com a tutela

Britney Spears vive sob uma tutela desde 2008, após uma série de colapsos públicos e não pode administrar o próprio dinheiro

João Ramos Publicado em 08/09/2021, às 08h31

Britney, de 39 aos, e seu pai, de 69
Britney, de 39 aos, e seu pai, de 69

Jamie Spears, pai Britney Spears, entrou com uma petição na Justiça pedindo para o juiz acabar com a tutela que controlou a vida pessoal e financeira de sua filha desde 2008. A informação foi confirmada pelo site Page Six, nesta terça-feira (7).

A súbita mudança de opinião foi atribuída aos "eventos recentes relacionados à tutela". Ele estaria se referindo às audiências judiciais nas quais a cantora se posicionou contra sua situação legal. Há 13 anos, Jamie foi nomeado tutor da filha para assuntos pessoais e financeiros.

Ele admitiu que Britney quer viver "sem as restrições de um conservador ou processo judicial". Nos documentos enviados à Justiça, Jamie diz que o juiz achou por bem deixar sua filha contratar seu próprio advogado. Para ele, se o juiz diz que se ela tem permissão para fazer isso, não há mais base legal para impor as restrições que vêm junto com a tutela.

O fim da tutela, no entanto, depende da aprovação do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles. A tutela é um arranjo jurídico complexo normalmente reservado para idosos, doentes ou enfermos. Um representante é designado para administrar os negócios e bens da pessoa se ela for considerada incapaz de cuidar de si mesma ou suscetível à influência externa ou manipulação.

O pai da cantora foi nomeado seu tutor, mas está afastado desde 2019 devido a problemas de saúde. Atualmente, um tutor profissional ocupa seu lugar temporariamente.

Jornal Midiamax