MidiaMAIS / Famosos

Kanye West é suspenso do Twitter após fazer divulgação de número do CEO da Forbes

“Se algum dos meus fãs quiser ligar a um supremacista branco... aqui está o editor da Forbes”, disse Kanye West, referindo-se a Randall Lane

Carlos Yukio Publicado em 18/09/2020, às 12h45

None
Kanye West gastou R$ 66 milhões em campanha que rendeu 60 mil votos

As polêmicas envolvendo o nome de Kanye West não param. Depois de ter mostrado uma foto fazendo xixi em cima de um Grammy, o rapper resolveu fazer uma publicação inesperada na rede social Twitter, levando com que sua conta fosse temporariamente suspensa. O marido de Kim Kardashian tornou público o número de telefone do CEO da revista Forbes.

“Se algum dos meus fãs quiser ligar a um supremacista branco… aqui está o editor da Forbes”, escreveu Kanye West, referindo-se a Randall Lane, CEO e editor da revista Forbes.

A publicação, já eliminada, vai contra as regras do Twitter, nomeadamente aquelas que visam que a revelação de informação pessoal alheia é punida com uma suspensão temporária.

O jogador de basquete Rick Fox, amigo do rapper, confirmou na mesma rede social a referida suspensão. “O meu amigo Kanye West quer que saibam que foi expulso do Twitter durante 12 horas”, pode se ler na sua publicação.

O twitte surge no seguimento de muitas outras publicações polêmicas onde Kanye West faz duras críticas à indústria discográfica, acusando o meio de ter “matado” Prince e Michael Jackson.

Jornal Midiamax