MidiaMAIS / Evento

Marco comemora aniversário de 30 anos com exposição ao ar livre e gratuita em Campo Grande

Percurso de 2 km dentro do Parque das Nações Indígenas é palco de diversas obras até fevereiro de 2022

Nathália Rabelo Publicado em 25/11/2021, às 14h50

Exposição no Marco acontece até fevereiro de 2022
Exposição no Marco acontece até fevereiro de 2022 - (Foto: Reprodução)

O Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (MARCO) foi fundado em 17 de dezembro de 1991 por meio do Decreto nº 6266. Em 2021, ele comemora o seu aniversário de 30 anos com uma exposição ao ar livre, num percurso de 2 quilômetros e com 30 obras de artistas regionais. A mostra já está aberta para visitação e será realizada até fevereiro de 2022 em Campo Grande.

Os artistas selecionados para a exposição são: Conceição dos Bugres, Ana Ruas, Nelly Martins, Darwin Longo, Spengler, Humberto Espíndola, Jorapimo, entre outros.

Fechado para a visitação por causa da pandemia, a iniciativa integra a programação do Campão Cultural, que começou no último dia 22 e segue até 5 de dezembro na Capital. “Excelente oportunidade dos visitantes do Parque, por exemplo, terem acesso ao nosso acervo. Inclusive foram selecionadas obras de artistas renomados que ainda são pouco conhecidas, ou seja, é uma forma da cidade conhecer ainda mais sobre esses nomes e suas artes”, revela a diretora do Marco, Lucia Monte Serrat.

Além disso, cada obra estará acompanhada de um QR Code para acessar informações dos artistas. A entrada da exposição é na guarita de entrada do Parque das Nações Indígenas ao lado do museu.

Sobre o Marco

O acervo do Marco tem origem na Pinacoteca Estadual, com os prêmios aquisitivos dos salões de arte realizados a partir de 1979 e, mais tarde, por meio de doações espontâneas de artistas, colecionadores e instituições culturais. Atualmente, possui em seu acervo aproximadamente 1600 itens em diversas modalidades artísticas, incluindo um conjunto significativo de obras que registram o percurso das artes plásticas em Mato Grosso do Sul, do princípio aos dias atuais.

Localizado no Parque das Nações Indígenas, o Marco possui uma área construída de 4000 m², e dispõe de 5 salas de exposição, sendo uma com mostra permanente de obras de seu acervo e 4 salas para as mostras temporárias que compõem sua programação anual.

Jornal Midiamax