MidiaMAIS / Evento

Universidade faz 4ª edição de Acolhida e recebe calouros com tema de super-heróis

Calouros e veteranos de todos os cursos da Universidade Católica Dom Bosco se reuniram nesta terça-feira para dar início ao ano letivo de 2019. O tema da Acolhida deste ano foi "Universidade Infinita", inspirado em super-heróis de histórias em quadrinhos.

Carlos Yukio Publicado em 05/02/2019, às 12h38 - Atualizado às 12h39

None
Professores e alunos se juntaram para recepcionar calouros em Acolhida

Calouros e veteranos de todos os cursos da Universidade Católica Dom Bosco se reuniram nesta terça-feira (5) para dar início ao ano letivo de 2019 e receber os alunos recém matriculados. O tema da Acolhida deste ano foi “Universidade Infinita”, inspirado em super-heróis de histórias em quadrinhos.

Professores e acadêmicos se caracterizaram como heróis da Marvel e DC Comics, como Thor, Capitão América, Viúva Negra, Tempestade, Dr. Estranho, Tempestade, Feiticeira Escarlate e Gamora de Guardiões da Galáxia. Após as aulas introdutórias, houve show da dupla Marco Antônio e Gabriel.

O evento, que já teve como temas “Harry Potter” e “Mario Bros”, promove a integração entre os acadêmicos e combate o trote violento. Segundo o Reitor da Universidade, Pe. Ricardo Carlos, a iniciativa marca o início do calendário acadêmico e promove a integração da comunidade.

Universidade faz 4ª edição de Acolhida e recebe calouros com tema de super-heróis
(Foto: Marcos Ermínio)

“Afinal, quem não gosta de ser acolhido? Além de inciar as atividades acadêmicas, também buscamos vencer a cultura do trote promovendo uma festa agradável aos novos alunos. Os professores, alunos veteranos, toda a comunidade se junta para promover a integração dos cursos. O tema é escolhido pelos próprios alunos por enquete feita no sistema acadêmico para que o evento seja característico deles”, explicou o Reitor Pe. Ricardo Carlos.

Integração

Os professores e acadêmicos também se mobilizaram para entrar no clima de brincadeira e mostrar aos estudantes que no ambiente da universidade não é necessária a prática de humilhações, como pedágio, tinta e farinha, nem bebidas alcoólicas para que haja diversão e integração em comunidade.

Universidade faz 4ª edição de Acolhida e recebe calouros com tema de super-heróis
(Foto: Marcos Ermínio)

“Vir caracterizado faz parte para integrar com os calouros e acolhê-los porque sabemos como o trote que acontecia antes não era saudável, e agora, com a inciativa, se torna uma experiência”, relatou a acadêmica de direito Bruna Marcondes, 20.

A professora e mestre em Nutrição, Andréia João, se vestiu de Viúva Negra para participar da festa de recepção. “Nós fazemos isso para que os alunos comecem o ano já motivados e animados com a Universidade nesse semestre. Sem falar que é muito legal quando eles nos veem, professores que antes eram figuras sérias, nos juntando a eles na brincadeira”, disse Andréia.

Thiago Müller, professor de Comunicação Social e Jornalismo da UCDB, reiterou o propósito do evento. “Pensar na violência na universidade e as consequências é necessário. A proposta desse ano, inclusive, traz heróis no ponto principal para mostrar aos alunos que, como nas histórias em quadrinhos, estamos aqui para enfrentar os desafios em grupo”, contou Müller.

Sem trote

Segundo a Comissão de Acolhida 2019, a parceria com o 11ª Companhia Independente da Polícia Militar e os comerciantes também continua. Assim como em 2018, os estabelecimentos da região não vão comercializar bebidas alcoólicas ou vão permanecer fechados. Eles estarão com faixas de sinalização dizendo que são contra o trote.

Universidade faz 4ª edição de Acolhida e recebe calouros com tema de super-heróis
(Foto: Marcos Ermínio)

Os calouros contam ainda com o auxílio de acadêmicos veteranos voluntários, que indicam as salas de aulas, apresentando os ambientes da Universidade, além de esclarecer dúvidas. Eles receberam o livreto “Salva Calouro”, com diversas informações sobre a Instituição, o contato da Ouvidoria, caso queiram informar qualquer situação de trote e a Portaria Reitoria nº 1/2019.

A Portaria, assinada pelo Reitor, Pe. Ricardo Carlos, dispõe sobre as punições aos acadêmicos por infrações ao Regimento Geral no período de Acolhida aos calouros da Instituição. Dentre as punições por flagrante aplicação de trote está a suspensão de 15 dias, 30 dias até o desligamento imediato.

Jornal Midiamax