MidiaMAIS / Comportamento

Conhece ‘Bullet Journal’? Técnica de organização vira febre e acaba com agendas

Saiba mais sobre essa moda na internet

Daiane Libero Publicado em 15/01/2018, às 12h31

None

Saiba mais sobre essa moda na internet

Você é daquelas pessoas que fazem milhares de listas, de supermercado, contas a pagar ou mesmo que perdem todos esses papeis e acabam se esquecendo de coisas importantes? A chamada técnica de organização Bullet Journal pode ser a solução dos seus problemas. 

Febre na Internet, atualmente no YouTube explodem os vídeos sobre os chamados “BuJos”. Mas o que é isso? Nada mais, nada menos, que uma agenda totalmente personalizável, que você deixa de lado organizações que acaba não usando, e escreve apenas o que for utilizar. “É um método que evita a procrastinação e que virou uma moda bem grande”, explica a profissional de organização e consultora Amanda Pereira Lima. 

O Bullet Journal, como é conhecido hoje, foi nomeado em 2015 por Ryder Carroll, um designer que percebeu que, assim como ele, outros profissionais que lidavam com tecnologia estavam cada vez mais voltados a usar papel para montar seus planejamentos, registrar ideias e coisas a fazer. Com isso, ele foi desenvolvendo seu método pessoal com legendas e tópicos até criar o que se conhece hoje. Em vez de utilizar um caderno normal, você usa um caderno com pontos para ir organizando as linhas, ou mesmo com a pauta quadriculada. 

Método

O método de Ryder reune em um só lugar todos os aspectos do dia-a-dia: tarefas, lembretes, planos de uma próxima viagem, compromissos futuros, listas de filmes – e o que mais você quiser. “Mesmo que o BuJo pareça mais fácil, a pessoa precisa se organizar e se cobrar de produzir o conteúdo que vai ali, checando tarefas e preenchendo os tópicos, senão será mais um caderno abandonado, feito apenas pela moda”, explica Amanda. 

Alguns dos inúmeros benefícios da utilização deste recurso incluem ajudar na organização de prioridades, poder guardar eventos importantes, auxiliar o cumprimento das tarefas diárias, exercitar a sua criatividade, praticar a letra cursiva em tempos em que se utiliza a tecnologia desenfreadamente.

Jornal Midiamax