MidiaMAIS / Cinema

‘Aquarius’ disputa com ‘Chatô’ a corrida pela entrada na lista do Oscar

MinC divulgou a lista nesta segunda (5)

Daiane Libero Publicado em 06/09/2016, às 16h13

None
aquarius.jpg

MinC divulgou a lista nesta segunda (5)

O Ministério da Cultura (MinC) divulgou nesta segunda-feira (5) a lista de filmes inscritos para tentar representar o Brasil no Oscar 2017. Ao todo, 16 longas vão disputar a vaga (veja a lista abaixo). Um deles é "Aquarius", do diretor Kléber Mendonça Filho e protagonizado por Sonia Braga, que concorreu no Festival de Cannes. 

Também se inscreveram "Chatô – O Rei do Brasil", de Guilherme Fontes; "Mais forte que o mundo – A história de José Aldo", de Afonso Poyart; "O roubo da taça", de Caíto Ortiz; "A despedida", de Marcelo Galvão; "O outro lado do paraíso", de André Ristum; "Campo Grande", de Sandra Kogut; "Nise – O coração da loucura", de Roberto Berliner; "Tudo que aprendemos juntos", de Sérgio Machado; "Vidas partidas", de Marcos Schetchman"; e o documentário "Menino 23: Infâncias perdidas no Brasil", de Belisario França.

O MinC informa que o vencedor vai ser anunciado no dia 12 de setembro em cerimônia na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Recentemente, duas produções deixaram de ser inscritas justamente em apoio a "Aquarius". Primeiro, a equipe de "Boi Neon", de Gabriel Mascaro, saiu da corrida. Depois, a diretora Anna Muylaert ("Que hroas ela volta?") fez o mesmo ao deixar de fora o seu filme mais recente, "Mãe só há uma".

E "Aquarius" parece ser mesmo o favorito, depois de ter recebido críticas elogiosas no Festival de Cannes, que disputou em maio. O sucesso do primeiro filme de seu diretor ("O som ao redor") também ajudou, assim como a estrela de Sônia Braga, aos 65 anos.
O filme, no entanto, se cercou de polêmica desde que seus protagonistas aproveitaram a exibição em Cannes para fazer um protesto contra o agora presidente Michel Temer, que na semana passada substituiu definitivamente Dilma Rousseff.

Em sessões no Rio no final de semana, "Aquarius" foi aplaudido e ovacionado com gritos de "Fora, Temer". Fontes do MinC garantiram que esses incidentes não devem interferir na escolha do filme que representará o Brasil no Oscar.

Veja o trailer de 'Aquarius' abaixo:

Jornal Midiamax