MidiaMAIS

Viciou mesmo? Em meio a surto de covid no Projac, José Loreto não para de tomar tereré na Globo

Ator apareceu tomando tereré e escutando Almir Sater em camarim da emissora

João Ramos Publicado em 12/01/2022, às 07h15

Loreto se tornou apreciador da cultura de Mato Grosso do Sul
Loreto se tornou apreciador da cultura de Mato Grosso do Sul - (Fotos: Reprodução, Instagram)

Será que ele ficou viciado? Depois de passar os últimos meses de 2020 no pantanal sul-mato-grossense, na região de Aquidauana, o carioca e ator global José Loreto levou embora com ele o tereré de Mato Grosso do Sul.

Nesta terça-feira (11), em meio a um surto de covid no elenco de pantanal, Loreto não conseguiu deixar de tomar a bebida nas dependências do canal. As atrizes Bruna Linzmeyer, Selma Egrei e Leticia Salles, testaram positivo para o coronavírus e precisaram se afastar das gravações da trama.

De acordo com Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, elas passam bem e estão cumprindo o isolamento. Bruna, que viverá Madeleine na primeira fase, teve sintomas leves. A atriz ainda tem uma semana de isolamento pela frente em sua casa no Rio. Leticia, a Filó dos primeiros capítulos, tem previsão de voltar a gravar neste sábado, dia 15, já não apresenta sintomas e fará um novo teste nesta quarta (12). Selma, que interpreta Mariana na novela, está num hotel no Rio aguardando para retornar ao trabalho.

Além disso, o diretor da obra, Rogério Gomes, o Papinha, também testou positivo na semana passada, quando as gravações foram paralisadas, segundo a revista Veja.

Essa recorrência de diagnósticos da Covid-19 não impediu que o tereré sul-mato-grossense seja consumido no Projac. Escutando a clássica canção de Almir Sater "Comitiva Esperança" no camarim, José Loreto se gravou nesta terça-feira (11) tomando tereré sozinho dentro da Globo. Pelo menos ele não está compartilhando a bomba com ninguém, aparentemente, diferente do que aconteceu em seu primeiro dia de gravação no Rio de Janeiro, quando mostrou que levou o tereré para dentro da emissora no final do ano passado.

Será que a tradição de Mato Grosso do Sul pode acabar causando um mal estar na vênus platinada?

Jornal Midiamax