MidiaMAIS

Sem tempo ruim: 'fogo' do campo-grandense garante lotação nos motéis no Dia dos Namorados

Entre flores e sorteios para depois, empresários garantem: não precisa nem investir para garantir lucro na data

João Ramos Publicado em 09/06/2021, às 09h24

Prazer e privacidade levam os pombinhos a procurarem os espaços mais adequados
Prazer e privacidade levam os pombinhos a procurarem os espaços mais adequados - (Reprodução)

Especial para casais apaixonados, o dia dos namorados acontece neste sábado, dia 12 de junho. A data celebra a paixão, o romance e movimenta a economia local de qualquer cidade, estado ou país.

Além do próprio comércio, responsável pelos presentes e mimos em geral para a celebração do amor, os motéis também são requisitados para aqueles que querem ter um dia "completo" ao lado de quem se ama.

Procurados para serem cenário de uma "apimentada" na relação, esses ambientes costumam receber um público maior no dia dos namorados, quando pombinhos decidem tirar algumas horas e entrar fundo no clima da data. Talvez esse alto movimento, por si só, seja o responsável pelos motéis da cidade não se empolgarem realizando promoções ou preparando novidades.

Uma das suítes de motel da Capital (Reprodução)

Ao Jornal Midiamax, o dono de um motel pousada - localizado na região leste de Campo Grande - relatou que está apenas fazendo um sorteio de três horas no local para não deixar a data passar em branco, mas o prêmio só poderá ser desfrutado posteriormente.

"É pra depois do dia dos namorados, porque no dia dos namorados não dá pra usar aqui. O movimento é muito grande, então não compensa. A gente tá fazendo pra chamar agora, mas para usar depois", explicou à reportagem.

Outro espaço, localizado na zona norte da cidade, disse ao MidiaMAIS que fará apenas uma decoração especial nos apartamentos, sem qualquer promoção ou novidade além.

Data não é vista com "fervor" para preparo de promoções ou novidades (Reprodução)

Já um estabelecimento, fixado na região oeste da Capital sul-mato-grossense, foi sucinto ao revelar que não prepara e não prepará absolutamente nada para a ocasião. "Tudo normal", confirmou a gerente.

Mais três motéis deram a mesma resposta ao Jornal Midiamax, garantindo a normalidade da data. Além destes, dois disseram não saber se algo seria feito para "esquentar" o dia dos namorados nos espaços destinados ao prazer.

Reiterando a máxima, de acordo com o relato do dono de motel à reportagem, no dia dos namorados "o movimento é muito grande, então não compensa" promover muitas bonificações. Em tempos de pandemia, se a data por si já leva hóspedes, o mais viável é lucrar com a alta procura e não diminuir os ganhos quando muita gente busca os espaços.

Jornal Midiamax