MidiaMAIS

Estilista campo-grandense lança coleção inspirada em Frida Kahlo e Lídia Baís

“Frida Lídia Kahlo”, do estilista Anderson Bosh traz Moda, Arte e Gênero para o Inverno 21/22

Carlos Yukio Publicado em 02/06/2021, às 16h00

(Foto: Divulgação, Vaca Azul)
(Foto: Divulgação, Vaca Azul)

Em um projeto de simbiose entre o estilismo e o figurino, moda e espetáculo, arte e gênero, o estilista campo-grandense Anderson Bosh lança nesta quinta-feira (3) a coleção “Frida Lídia Kahlo” para o Inverno 2022. A coleção se inspira na maior expoente das artes visuais de Mato Grosso do Sul, a artista plástica Lídia Baís, e na maior expoente das artes visuais latino-americana a artista plástica Frida Kahlo, ambas mulheres a frente de seus tempos, ícones da discussão de gênero e protagonistas da luta e causa feminina.

“A coleção percorre o caminho do entre, do meio, do através: nem estilo nem figurino, uma comunhão catártica e superlativa de ambas as linguagens, impulsionadas pela discussão sobre arte e gênero”, explica Bosh.

Após meses de pesquisa e experimentação, e entre insights, vislumbres e ideias, livremente inspiradas nas obras, histórico de vida e vestimentas das artistas, foram elaboradas as primeiras rafias, croquis e planos de confecção, passando pela interpretação de modelo, modelagem, construção das peças piloto, corte e costura e acabamentos. O resultado é a coleção com explosão de cores e vivacidade que figura e ilustra este catálogo.

(Fotos: Divulgação, Vaca Azul)

“É importante ressaltar que minha prática artística, minha carreira e trajetória, são manifestação absoluta da condição biológica de intersexualidade e transexualidade que eu vivo. Nascido em corpo biológico masculino e corpo hormonal e mitocondrial feminino, vivo desde minha infância a situação de embate, dualidade, e preconceito social e de gênero”, explica o artista e estilista.

Segundo o próprio estilista, a busca pela própria identidade e manifestação de gênero propiciou tudo que construiu como artista até hoje, seja na moda, na literatura, no teatro, na dança, no circo ou nas artes visuais. O desejo pelo autoconhecimento e entendimento o levou ao caminho das artes, da expressão, da cultura onde abriram-se janelas e portas para experimentar, propor, falar, dialogar, debater, e existir enquanto artista.

“Essa mistura louca de feminino e masculino que consubstancia minha existência e criação, me leva para caminhos de inspiração e protagonismos que vieram antes de mim e também permeiam minha realidade atual. Neste universo me encontrei com os Dizi Croquetes, Marsha P Johnson, Divine, Lola Batalhão, Laura de Vison, Ney Matogrosso, David Bowie, Greta Garbo, Andy Worhol, Jean Paul Goutier, Ru Paul Charles, Elke Maravilha, Chico Anysio, Frida Khalo e Lídia Baís”, finaliza Anderson Bosh.

(Fotos: Divulgação, Vaca Azul)

Ficha Técnica

Estilista: Anderson Bosh
Curadoria: Anderson Bosh, Edner Gustavo, Douglas Moreira
Costureiras: Fátima Silva e Cida Silva
Modelos: Drag Aurora Black Copacabana (Henrique Minante), Drag Andrômeda Black
(Felipe Black), Drag Rana Forato (Nara Forato), Drag Salé Copacabana
(Anderson Bosh)
Assistência de figurino e estágio de moda: Edner Gustavo, Douglas Moreira e Douglas Caetano
Mentoria de modelagem, corte e costura: Vanda Sol
Beauty: Nara Forato
Música original: Ewerton Goulart
Imagem e vídeo: Vaca Azul

Jornal Midiamax