MidiaMAIS

Curta-metragem de MS é selecionada para festival nacional

Obra audiovisual é baseada em poema de Manoel de Barros

Nathália Rabelo Publicado em 29/04/2021, às 18h35

Curta foi selecionada para mais outros dois festivais brasileiros
Curta foi selecionada para mais outros dois festivais brasileiros - Foto: Larissa Neves

A curta-metragem "Retrato do Artista Quando Coisa" é uma produção campo-grandense que vem ganhando destaque no cenário audiovisual. Baseada na obra do poeta Manoel de Barros, a curta foi selecionada para o REC Festival – Festival de Roteiro e Escrita Criativa, do Rio de Janeiro.

Com direção e produção dos artistas Filipi Silveira e Larissa Neves, ambos da capital de MS, Filipi contou ao Midiamax que a curta surgiu de uma maneira despretensiosa durante a pandemia. O que era pra ser apenas uma declamação de poema, acabou se transformando no trabalho audiovisual que encantou os organizadores do projeto.

Assim nasceu a obra “Retrato do Artista Quando Coisa” baseado no poema de Manoel de Barros, que tem o mesmo nome.

“O Manoel quando fala ‘coisa’ é quando ele faz a ‘coisificação’, como ele falava, quando ele humaniza as coisas”, comenta o artista, que resolveu trazer a literatura do famoso poeta para o mundo das artes cênicas. Além de diretor e produtor, Filipi é o ator que encena na curta-metragem.

O filme também foi selecionado para outros dois festivais, Inhapim Cine Festival e Festival Digital Curta Campos do Jordão, mas não levou o prêmio das edições. “Festival está aí para exibir e não pensar em prêmio, então só da gente estar sendo selecionado e levando a obra para vários lugares do mundo, é isso que importa”, diz o ator.

Já o REC Festival encerra apenas amanhã e está sendo realizado a júri popular. Você pode assistir a curta Retrato do Artista Quando Coisa clicando neste link.

Jornal Midiamax