MidiaMAIS

Estudantes de MS participam da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

Dos 237 trabalhos apresentados na 35ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), quatorze são de Mato Grosso do Sul. Da cidade de Campo Grande surgiram os projetos “Práticas Educativas por meio de Roteiros e Animações – NuAR”, “Reciclagem do filamento de impressora 3D por meio do processo de extrusão”, “Investigação histórica dos agentes envolvidos […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 06/12/2020, às 15h18 - Atualizado às 15h29

None

Dos 237 trabalhos apresentados na 35ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), quatorze são de Mato Grosso do Sul. Da cidade de Campo Grande surgiram os projetos “Práticas Educativas por meio de Roteiros e Animações – NuAR”, “Reciclagem do filamento de impressora 3D por meio do processo de extrusão”, “Investigação histórica dos agentes envolvidos no Conselho Gestor da APA Mananciais do Córrego Lajeado” e “Um estudo comparativo entre os métodos de ensino tradicional e o lúdico em escolas públicas”.

A Mostratec [email protected] acontece de 09 a 11 de dezembro e pode ser acessada no endereço: www.mostratec.com.br.

Luana Arfux de Castro Nogueira, Kryslla Barbosa Rocha de Carvalho, Amanda Raynara Quintana Theodoro, Rafaela Silva Cola, Guilherme Jesus Brum da Silva, Eduardo Gonçalves da Silva E Jorge Henrique Genoves Alves Avelino são os representantes da Capital.

Também têm outros 10 projetos do interior do Estado. Da cidade de Aquidauana surgiram os projetos “pHreader: Um aplicativo para auxiliar na determinação do valor de pH utilizando Redes Neurais Artificiais” e “Lendas e contos indígenas: desenvolvimento de livro digital para valorização da língua e da cultura terena”.

Em Corumbá, veio “Português como Língua de Acolhimento: Estudo Articulando a Relação Sujeito, História e Língua” e “Soluções Ambientais e Econômicas: Utilização de Rejeitos da Mineração em Argamassas Convencionais”. Os assuntos de Coxim são “Aprendizagem de máquina com redes neurais artificias: um estudo de caso de previsões de cotações de ações e fundos imobiliários” e “Conversando com rótulo dos alimentos: Chatbot para educação alimentar e nutricional”. Do município de Dourados aparece “Módulo de Sobrevivência Autossustentável”. De Naviraí o título é “A automação em instituições: uma abordagem sobre o controle de acesso de ambientes escolares por meio de biometria apoiada por inteligência artificial”. O projeto de Ponta Porã é “Desenvolvimento de aleloquímicos, inseticidas e repelente no manejo integrado de percevejos”. Já de Três Lagoas o estudo se intitula “STIMS: Aplicativo para Auxiliar Familiares no Tratamento do TEA”.

Os estudantes de Aquidauana (MS) se chamam Jeferson Santos Mota e Adrian Antunis Pereira do Rosário, Otavio Faria Ramires e Jaaziel Francelino. De Corumbá (MS) os nomes dos alunos são Narjara Catherine de Arruda Aréco, Marcelo de Souza Arruda e Laísa Elena de Barros Monteiro e Yasmim Papa.

Do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul de Coxim vêm Mayara Fernanda de Oliveira Arruda e Hortência Bianca Dias. Da mesma cidade, Lucas de Britto Vieira e João Pedro de Araújo Duarte.

Do município de Dourados os jovens cientistas são Maria Eduarda Rodrigues Borges e Lívia Duarte Pasquim. Da localidade de Naviraí, se apresentam os alunos Leandro Madeira de Oliveira e Andrieli Camargo Antoniassi. Já de Ponta Porã, a representante é Kethelyn Rodrigues Santos. Por fim, de Três Lagoas, com a aluna Gabriela Mira dos Santos Martins.

Evento

A Mostratec, realizada pela Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo/RS, é a maior do gênero na América Latina e nesta edição reúne 237 trabalhos de estudantes de 18 estados brasileiros e projetos de 12 países voltados para as áreas científicas e tecnológicas. Os jovens pesquisadores abordam os temas que mais impactam as suas comunidades e buscam encontrar soluções inovadoras por meio da pesquisa.

Jornal Midiamax