MidiaMAIS

Após 28 anos fechado, reforma irá devolver Teatro do Paço para a cultura

Num cenário triste para a arte em Campo Grande, com diversos espaços fechados ou necessitados de atenção, a reforma do Teatro do Paço é um alento para a classe artística. O projeto de reforma foi anunciado na manhã desta sexta-feira (7), no Paço Municipal. Construído na década de 70, o espaço ainda levava a categoria […]

Tatiana Marin Publicado em 06/07/2018, às 12h22 - Atualizado às 12h27

Teatro do Paço passará por reforma e modernização.
Teatro do Paço passará por reforma e modernização. - Teatro do Paço passará por reforma e modernização.

Num cenário triste para a arte em Campo Grande, com diversos espaços fechados ou necessitados de atenção, a reforma do Teatro do Paço é um alento para a classe artística. O projeto de reforma foi anunciado na manhã desta sexta-feira (7), no Paço Municipal.

Construído na década de 70, o espaço ainda levava a categoria de anfiteatro e foi elevado a teatro com a reforma realizada em 1990, quando passou a se chamar Teatro José Octávio Guizzo, em homenagem ao advogado e escritor que realizou extensa pesquisa sobre a atriz Glauce Rocha. Mesmo com as obras, o teatro permaneceu fechado para a cultura e era utilizado eventualmente para sessões da Câmara de Vereadores.

Teatro do Paço e a identidade cultural

  O projeto de reforma do Teatro do Paço é de autoria do deputado federal Luiz Henrique Mandetta, do DEM (Democratas). Durante o lançamento, ele ressaltou que Campo Grande é a única capital sem um teatro municipal e que a emenda é o atendimento a um pedido de seu pai, o médico Helio Mandetta, que assumiu a prefeitura da Capital por 60 dias enquanto vice do então prefeito Plínio Barbosa Martins, que teve mandado de 31 de janeiro de 1967 a 30 de janeiro de 1970.

Prefeito Marquinhos Trad e o deputado federal Luiz Henrique Mandetta assinaram o projeto de reforma do Teatro do Paço. | Foto: Marcos Ermínio
Prefeito Marquinhos Trad e o deputado federal Luiz Henrique Mandetta assinaram o projeto de reforma do Teatro do Paço. | Foto: Marcos Ermínio

Entusiasta da música, Doutor Hélio, que participou da solenidade a convite do filho, ressaltou que Campo Grande necessita de um local para receber eventos de qualidade. “Precisamos elevar o nome da cidade e uma das formas é a música. O teatro tem ambiente adequado para música, balé, dança e estes eventos repercutem no país”, salientou.

Assim como para o deputado, o prefeito Marquinhos Trad acredita que a revitalização do Teatro do Paço irá colaborar com a identidade cultural de Campo Grande e do Mato Grosso do sul. Além disso, ajuda para a formação da população. “As pessoas tem que ter autocrítica e independência cultural. É uma questão de identidade cultural”, defende.

Estrutura

Secretária municipal de Cultura e Turismo Nilde Brum durante a solenidade de lançamento do projeto de reforma do Teatro do Paço. | Foto: Marcos Ermínio
Secretária municipal de Cultura e Turismo Nilde Brum durante a solenidade de lançamento do projeto de reforma do Teatro do Paço. | Foto: Marcos Ermínio

Além de revitalização do espaço, o Teatro do Paço vai ganhar também em modernidade. Segundo o deputado Luiz Henrique Mandetta, o local tem “acústica perfeita” e vai receber equipamentos de palco, som, multimídia e iluminação. Ao final das obras, deve conter cerca de 230 lugares.

Conforme anunciado pela secretária municipal de Cultura e Turismo Nilde Brum, a reforma do teatro já está autorizada mediante ao Ministério de Cultura e aprovana pela Caixa Econômica. O empenho deve ser liberado na semana que vem e em seguida a obra será licitada.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ver no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.

Siga a gente no Instagram: @midia_mais_ 

Jornal Midiamax