MidiaMAIS

Para comemorar 76 anos, biblioteca quer atrair mais público com projetos culturais

Cursos de origami e contação de histórias serão realizados

Daiane Libero Publicado em 14/03/2016, às 13h19

None
atendimento.jpg

Cursos de origami e contação de histórias serão realizados

Não é todo mundo que sabe que no coração do Horto Florestal de Campo Grande, existe uma biblioteca com mais de 30 mil títulos, muitos deles renovados e atualizados mensalmente. A Biblioteca Municipal, ou "biblioteca do Horto", completa 76 anos de sua criação em 2016, com projetos a todo vapor para atrair mais público para dentro de suas dependências. 

"Temos muitos títulos e lá dentro funciona também o 'Telecentro', com dez computadores para pesquisa, disponíveis para a comunidade. Até hoje ouvimos de pessoas que sequer conheciam ou sabiam que Campo Grande tem uma biblioteca pública. Queremos comemorar esses 76 anos implementando novos projetos", resume a chefe da divisão de literatura da Fundac (Fundação Municipal de Cultura) Carmem Eugênio. 

Dentro do cronograma de comemorações, serão realizados dois eventos. Todas as terças-feiras até novembro, a Biblioteca oferece o projeto "Origamizando", que começa amanhã com a participação do professor e origamista Elder Alves. Já às quintas-feiras também até novembro, projeto "Contação de Histórias" acontece no Horto e simultâneamente em todas as salas de leitura da Capital. O público-alvo para esse projeto é de crianças entre 5 e 10 anos de idade. "Além disso, a Biblioteca atende todas as escolas de Campo Grande", enfatiza Carmem. 

Projetos gratuitos

Projeto 'Origamizando' / Foto: PMCG/Divulgação

No projeto "Origamizando", a dobragem de papel é uma atividade que é tanto recreativa como educacional. Recorrendo a materiais simples, como papel A4, revistas, papel de embrulho, podemos de uma forma divertida aprender a arte de dobrar papel que desenvolve a imaginação e o raciocínio lógico. Já a "Contação de Histórias" quer despertar a imaginação das crianças e incentivar a leitura. Ambos projetos são gratuitos. 

A Biblioteca Municipal recebe, em média, 100 pessoas por mês que utilizam seus serviços. Para se filiar à Biblioteca, não é complicado. O valor pago para emprestar ou consultar qualquer obra das 30 mil que existem ali é de R$ 15 por ano para estudantes e R$ 20 para não-estudantes. A pessoa pode levar o livro para casa por 15 dias e a Biblioteca tem renovado o acervo sempre. "Temos aqui o 'Estantes Novas' que traz títulos novos constantemente. Temos participado de editais de cultura regularmente, relacionados à renovação do acervo e para atender os usuários", reitera Carmem. 

SERVIÇO – A Biblioteca fica na rua Francisco Cândido Xavier, no Horto Florestal. Mais informações pelo telefone: (67)3314-3209 ou pelo e-mail [email protected]

Jornal Midiamax