MidiaMAIS

Manual dos Solteiros: Conhece sistema FiFo? Saiba como ele ajuda na sua organização

Saiba mais sobre a técnica

Daiane Libero Publicado em 12/11/2016, às 09h00

None
cozinha3.jpg

Saiba mais sobre a técnica

Você já ouviu falar do sistema FiFo? Essa sigla quer dizer, em inglês, "First in/First Out", em tradução livre, "o primeiro que entra/o primeiro que sai", e é um tipo de sistema utilizado na organização empresarial e na logística. O que muitos solteiros não sabem é que você pode usar esse sistema para evitar que comida estrague, evitar que objetos percam a validade de uso ou que roupas e objetos estraguem e pegue mofo. "O FiFo é um sistema onde você precisa rotacionar o que chegou primeiro, evitando 'esquecer' de usar determinada coisa", explica a personal organizer Eliane Bastos. 

Para ela, usar o sistema para economizar e não perder produtos pode ser uma solução de organização na sua casa, principalmente se você mora sozinho e acaba esquecendo de utilizar determinadas coisas. "Quem mora sozinho tem muita tendência ao desperdício se não se organizar de forma mais dinâmica. Por isso o sistema FiFo pode ajudar bastante", elenca.

Um exemplo prático é, por exemplo, dentro do armário de roupas. Quando você usa uma roupa e lava, na hora de guardar, se você colocar aquela roupa no topo da gaveta, vai usá-la de novo, e assim ela estará sempre no topo da pilha. Você pode acabar deixando de usar as roupas do fundo, que podem mofar e estragar. "O sistema gera essa rotação e evita que muita coisa se perca. Com ele você também acaba vendo tudo que tem", enumera.

Essa técnica pode ser muito útil com a comida. "Sempre ter cuidado com o que foi comprado a mais tempo, colocar os produtos mais perecíveis na frente da geladeira ou da despensa para que possa ser gasto primeiro. Isso evita que eles passem da validade ou que esqueçamos de usar alguma coisa", acrescenta a profissional organizer. Na hora de guardar as roupas de cama, é preciso colocar as mais recentes, recém-lavadas, por baixo das que já estavam armazenadas, evitando desgaste de um conjunto só. "Assim percebemos que muitas vezes não usamos tudo que temos", acredita. 

Jornal Midiamax