MidiaMAIS

Circuito Sul-Mato-Grossense leva arte do teatro a mais cinco municípios

Após passar por 19 municípios do Estado e reunido mais de 9 mil pessoas em suas apresentações, o Festival Sul-Mato-Grossense de Teatro 2011, organizado pela Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul, continua a levar espetáculos teatrais gratuitos produzidos por grupos do Estado para as cidades do Interior. O Circuito passará por […]

Arquivo Publicado em 23/09/2011, às 11h48

None

Após passar por 19 municípios do Estado e reunido mais de 9 mil pessoas em suas apresentações, o Festival Sul-Mato-Grossense de Teatro 2011, organizado pela Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul, continua a levar espetáculos teatrais gratuitos produzidos por grupos do Estado para as cidades do Interior.

O Circuito passará por mais cinco municípios (Ivinhema, Naviraí, Anastácio, Água Clara e Inocência) até o começo de outubro, levando ao público três espetáculos teatrais gratuitos: Incontornáveis, um teatro de incoerência e horror, do Mercado Cênico, Princesa Engasgada, do Teatral Grupo de Risco e O Rei que não Sabia Rir, do grupo Identidade Teatral.

Confira a programação:

23/09 – Ivinhema – Incontornáveis – Um teatro de incoerência e horror – Fundação Nelito Câmara – 19h30

25/09 – Naviraí – Princesa Engasgada – Praça Senador Filinto Muller – 20 horas

30/09 – Água Clara – O Rei que não Sabia Rir

01/10 – Anastácio – O Rei que não Sabia Rir – Rotary Club – 19 horas

02/10 – Ladário – O Rei que não Sabia Rir – Salão Paroquial – 19 horas

Circuito

Somente este ano, o Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro já esteve em Rio Brilhante, Itaporã, Laguna Carapã, Maracaju, Paranhos, Amambai, Corguinho, Bodoquena, Aquidauana, Sonora, Pedro Gomes, Coxim, Jardim, Nioaque, Porto Murtinho, Cassilândia, Aparecida do Taboado, Ribas do Rio Pardo e Três Lagoas.

A Fundação de Cultura selecionou por edital 40 espetáculos que serão apresentados até o fim do mês de outubro em teatros, espaços alternativos, ruas e praças de cidades do interior do Estado.

Além de levar peças gratuitas a cidades que antes não recebiam espetáculos cênicos, oferecendo às crianças e adolescentes a oportunidade de ter contato, pela primeira vez, com a arte teatral, o projeto também estimula a cultura produzindo ações concretas para o melhor desenvolvimento da arte do teatro no Estado, fomentando a formação de plateia e estimulando a criação de novos grupos.

Entre 2008 e 2010 o Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro somou um público de 39.850 pessoas em apresentações.

Jornal Midiamax