Geral

Eleições de diretores das escolas estaduais serão realizadas no fim do ano

Também foi anunciado a criação do cargo de diretor-adjunto nas escolas estaduais com mais de 700 estudantes

Clayton Neves Publicado em 20/02/2015, às 18h00

None
apos-exoneracao-de-diretores-olivina-olivia-tera-novas-eleicoes-amanha.jpg.280x200_q85_crop.jpg

Também foi anunciado a criação do cargo de diretor-adjunto nas escolas estaduais com mais de 700 estudantes

O governador Reinaldo Azambuja discutiu, nesta quinta-feira (19), com os membros do Conselho de Diretores de Escolas Estaduais de Campo Grande (Condec) proposições sobre a eleição de diretores. Ele propôs a realização de eleições diretas em dezembro, acatando assim o pedido do Condec de adiar o pleito, previsto para acontecer em abril. De acordo com a secretária de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, as datas foram definidas priorizando as atividades escolares. “A formação aconteceria no período de férias, em julho, e as eleições após o período de provas, o que não prejudicaria o andamento do processo pedagógico nas escolas”, destacou.

“Vamos criar o projeto de Lei e encaminhar para a Assembleia, prevendo uma formação para os candidatos em julho, eleições no final de novembro ou início de dezembro e a posse em janeiro”, explicou.

 Reinaldo também anunciou a criação do cargo de diretor-adjunto nas escolas estaduais com mais de 700 estudantes e, no caso de escolas de tempo integral, 500 estudantes. Hoje, o adjunto está presente nas escolas com mais de 900 estudantes.

 A vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Rose Modesto, também participou do encontro.

Jornal Midiamax