Geral

Noite da Seresta Especial terá show de Tetê Espíndola com os irmãos Alzira, Geraldo e Celito

A Noite da Seresta Especial, em comemoração aos 115 anos de Campo Grande, acontece no dia 15 de agosto (sexta-feira) e contará com a alegria e a exuberância das vozes dos irmãos Espíndola: Tetê, Alzira, Geraldo e Celito. Intitulado “Tetê e o Lírio Selvagem”, o show a ser apresentado revela o trabalho musical de Tetê […]

Arquivo Publicado em 11/08/2014, às 17h10

None

A Noite da Seresta Especial, em comemoração aos 115 anos de Campo Grande, acontece no dia 15 de agosto (sexta-feira) e contará com a alegria e a exuberância das vozes dos irmãos Espíndola: Tetê, Alzira, Geraldo e Celito. Intitulado “Tetê e o Lírio Selvagem”, o show a ser apresentado revela o trabalho musical de Tetê nos anos 1970, com a força das vozes do quarteto de irmãos. A Noite da Seresta, promovida pela Prefeitura de Campo Grande, acontece na Praça do Rádio, a partir das 19h30, com abertura feita pelos seresteiros locais. A entrada é gratuita.

No show “Tetê e o Lírio Selvagem”, o público poderá assistir a um show que mostrará o encontro histórico dos irmãos e resultado do primeiro trabalho da carreira de Tetê Espíndola, gravado com os irmãos Alzira, Geraldo e Celito Espíndola, de LP lançado em 1979. Após 35 anos, eles sobem ao palco para relembrar o repertório desse disco. O primeiro show desse reencontro aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo.

Nesse encontro histórico em São Paulo os irimãos estavam acompanhados do quarteto composto por Paulo Lepetit no baixo, Adriano Magoo, no piano Sandro Moreno, bateria e Gabriel, no violão e guitarra. Juntos buscaram um novo show sem perder a fidelidade aos arranjos originais do disco.

Nesse show, Tetê ecoará novamente suas primeiras interpretações junto às vozes de seus irmãos em timbres perfeitamente casados. Para o visual, o espetáculo traz a pintura de João Sebastião, artista plástico, autor das malhas pintadas no corpo dos artistas para a capa do LP da década de 1970.

O show em sua primeira edição nos anos 1970, segundo os artistas, já contava com as cores e a exuberância da paisagem pantaneira e o prenúncio da preocupação ecológica, refletidas na música de Tetê. Com toques psicodélicos que revelaram não só as composições de Geraldo Espíndola, autor da maior parte do repertório, o espetáculo musical traz as primeiras composições de Tetê, Alzira e Celito.

Esse encontro musical é considerado como maduro pelos irmãos Espíndola. Eles pretendem, sem tirar a essência, mostrar o crescimento musical de um trabalho de mais de três décadas em que cada um dos irmãos teve a oportunidade de desenvolver carreiras solos.

O evento acontece na Concha Acústica Família Espíndola, localizada na Praça do Rádio Clube.

Jornal Midiamax