Geral

Mãe admite crime para acobertar filho que matou padrasto para defendê-la de agressões

O homem de 44 anos morto na tarde de segunda-feira (17), no bairro Nova Lima em Campo Grande, foi morto pelo enteado, um jovem de 23 anos, e não pela mulher, que havia confessado o crime em um bilhete. O caso está em segredo de justiça e não podem ser divulgados detalhes sobre o crime. […]

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 22h26

None

O homem de 44 anos morto na tarde de segunda-feira (17), no bairro Nova Lima em Campo Grande, foi morto pelo enteado, um jovem de 23 anos, e não pela mulher, que havia confessado o crime em um bilhete. O caso está em segredo de justiça e não podem ser divulgados detalhes sobre o crime.

De acordo com informações apuradas pelo Midiamax, o jovem teria chegado à casa da mãe e visto a mulher com vários hematomas. Ele teria pegou um pedaço de madeira para fazer uma espécie de porrete. A vítima, vendo a situação, pegou um facão e teria ido para cima do enteado, que acabou matando o padrasto.

Mãe e filho se apresentaram ontem com um advogado na Delegacia de Polícia Civil e foram liberados.

Jornal Midiamax