Geral

Grupo de amigos se reúne e aproveita final de semana andado de quadriciclos em lagoa na Capital

Um grupo de amigos se reúne aos finais de semana para andarem de quadriciclo, gaiola e motocross em um terreno que fica aos fundos do Cetremi (Centro de Triagem do Imigrante), em Campo Grande. Barro, poeira e água são os ingredientes que não faltam durante os finais de semana de quem pratica os diferentes tipos […]

Arquivo Publicado em 08/03/2014, às 22h14

None
1215115836.jpg

Um grupo de amigos se reúne aos finais de semana para andarem de quadriciclo, gaiola e motocross em um terreno que fica aos fundos do Cetremi (Centro de Triagem do Imigrante), em Campo Grande. Barro, poeira e água são os ingredientes que não faltam durante os finais de semana de quem pratica os diferentes tipos de pilotagem no local.

A pista improvisada possui barreiras naturais da terra da fofa, e na parte mais difícil, que é a do lago, volta e meia algum quadriciclo atola. “Se atolar a gente puxa”, diz o estudante Gabriel Navarro de 18 anos.

“Quando não nos reuníamos aqui, nós fazemos trilhas”, diz o pecuarista Felipe Navarro, 21, a do local que fica na saída de Três Lagoas. “O bom é que aqui nós não incomodamos ninguém”, conta o vendedor Paulo Sérgio Nunes, 26.

A brincadeira com o quadriciclo não é barata, um da marca Honda custa aproximadamente R$ 23 mil, valor de um carro popular. “Mas dá para comprar usado também, sai mais em conta”, diz o transportador autônomo Luiz Carlos Moreno de 24 anos.

“É bom que a gente chega aqui, tira o estresse, muitas vezes você fica a semana inteira dentro de um escritório”, ressalta Luiz. O quadriciclo é um termo também usualmente chamado de moto quatro em Portugal ou ATV “All-Terrain Vehicle” em inglês. Os quadriciclos utilizados por quem pilota nas proximidades do Cetremi são de 42 cc, porém por conta dos vários números de modelos podem variar de 50cc a 1000cc.

Jornal Midiamax