Geral

Família diz que ferimento na perna de idosa após cirurgia gerou surgimento de mais de cem larvas

Dez dias após passar por uma cirurgia no colo do fêmur, uma idosa de 85 anos precisou voltar para a Santa Casa de Campo Grande para retirar larvas que penetraram em sua perna, especificamente na região da canela. De acordo com a Santa Casa, foram retiradas cerca de cem larvas.  A idosa chegou ao hospital […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 14h12

None
1516423695.jpg

Dez dias após passar por uma cirurgia no colo do fêmur, uma idosa de 85 anos precisou voltar para a Santa Casa de Campo Grande para retirar larvas que penetraram em sua perna, especificamente na região da canela. De acordo com a Santa Casa, foram retiradas cerca de cem larvas. 

A idosa chegou ao hospital após sofrer uma queda em casa, que acarretou na fratura do colo do fêmur. De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, após passar pela cirurgia, foi implantado na paciente um suporte a fim de imobilizar a perna. Segundo familiares, esse suporte de ferro teria causado uma ferida na panturrilha, que proporcionou o surgimento das larvas. 

No dia 5 de setembro, a idosa teve alta e foi feito um curativo nessa nova ferida, além disso, segundo o hospital, foi passado um procedimento de limpeza para os familiares fazerem em casa.

Dez dias depois, a idosa retornou à Santa Casa já com a perna tomada de larvas. Foi feito um procedimento de limpeza e retirada dos bichos. De acordo com a paciente, a dor era muito forte. “Sentia muita dor na perna. Mas quero deixar claro que lá (no hospital) me trataram muito bem”, ressalta.

Para a cuidadora da idosa, de 36 anos, que viu as larvas, não foram dadas explicações, após a cirurgia, sobre esse novo ferimento. Ela diz que, um dia, quando foi trocar o curativo viu que havia “coisas” se mexendo. “Nós trocamos os curativos todos os dias. Quando vi que tinha alguma coisa errada corremos para o posto de saúde”, relata. (Matéria editada às 14h17)



Jornal Midiamax