Geral

Duas mulheres de MS podem entrar na disputa por vaga no Senado nesta eleição

A única vaga do Senado para a eleição deste ano poderá ser disputada por duas mulheres. Além da vice-governadora Simone Tebet (PMDB), agora a vereadora Rose Modesto (PSDB) entrará na briga com novo projeto do seu partido. Se antes as mulheres não estavam cotadas para disputar o cargo mais importante do Congresso Nacional, agora o […]

Arquivo Publicado em 04/05/2014, às 12h32

None
621902400.jpg

A única vaga do Senado para a eleição deste ano poderá ser disputada por duas mulheres. Além da vice-governadora Simone Tebet (PMDB), agora a vereadora Rose Modesto (PSDB) entrará na briga com novo projeto do seu partido.

Se antes as mulheres não estavam cotadas para disputar o cargo mais importante do Congresso Nacional, agora o Estado poderá ter duas candidatas. O PMDB decidiu pela Simone no início de abril quando vencia o prazo de desincompatibilização.

A dúvida era entre ela e o governador André Puccinelli (PMDB) que se fosse escolhido teria de se afastar da administração. Por ser vice, Simone só precisará se afastar depois das convenções partidárias no próximo mês.

Já o nome da vereadora Rose foi cotado depois da impossibilidade de aliança com entre PSDB e PT. Se concretizasse a união, o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) sairia candidato ao Senado, agora o partido trabalha para a candidatura do tucano abrindo vaga para Rose.

Jornal Midiamax