Geral

Corintiano Romarinho confirma fama, mas Kardec salva invencibilidade do Palmeiras

O Palmeiras manteve a invencibilidade na temporada na tarde deste domingo, no Pacaembu, ao empatar por 1 a 1 com o Corinthians, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O gol do alvinegro, que agora está sem vencer há seis partidas, veio justamente dos pés do jogador que se notabilizou por ser o carrasco do rival: […]

Arquivo Publicado em 16/02/2014, às 20h08

None

O Palmeiras manteve a invencibilidade na temporada na tarde deste domingo, no Pacaembu, ao empatar por 1 a 1 com o Corinthians, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O gol do alvinegro, que agora está sem vencer há seis partidas, veio justamente dos pés do jogador que se notabilizou por ser o carrasco do rival: Romarinho. Alan Kardec, porém, salvou o Palmeiras já perto do final do jogo.

O atacante do Corinthians fez cinco gols em quatro partidas contra o Palmeiras desde que chegou ao time do Parque São Jorge. Jamais passou em branco contra o maior rival. Neste domingo, teve ao menos três chances claras de marcar. Desperdiçou as duas primeiras e anotou na terceira e última.

O empate não ajuda muito o Corinthians de Mano Menezes, que segue em clima conturbado com insatisfação de torcedores, que chegaram até a invadir o CT. No Palmeiras, com a invencibilidade mantida o treinador Gilson Kleina segue com gordura a mais para queimar, graças a boa campanha na competição.

O Palmeiras segue líder isolado do Grupo D, com 20 pontos, e na próxima rodada enfrenta o Ituano. O Corinthians, por sua vez, vai a 8 pontos, mas ainda fica na quarta colocação do Grupo B. Na próxima rodada, encara o Oeste, fora de casa.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. No entanto, a correria não foi acompanhada pela criação. Jadson, pelo lado do Corinthians, e Valdivia, pelo lado do Palmeiras, sofriam com a forte marcação e não tiveram muitos lances inspirados. Dessa forma, as chances das duas equipes aconteceram ou de aproximação dos volantes ou de bate e rebate.

A primeira grande chance ocorreu aos 22min, quando Guerrero desperdiçou grande chance na cara do goleiro Fernando Prass. O Palmeiras respondeu com Mazinho apenas três minutos depois. O meia bateu cruzado e Cássio fez boa defesa. O time alviverde ainda teve mais duas boas oportunidades com Alan Kardec e Leandro, enquanto o alvinegro desperdiçou com Romarinho.

O Corinthians começou a etapa complementar assustando. Logo nos primeiros dois minutos, teve uma boa chance em chute de Jadson e o volante Guilherme acertou uma bola no travessão de Fernando Prass. Logo em seguida, o Palmeiras chegou bem em contra-ataque, mas Leandro chutou por cima do gol de Cássio.

Com Jadson bastante inspirado na segunda etapa, o Corinthians ganhou volume de jogo e só não abriu o placar porque o goleiro Fernando Prass fez duas defesas espetaculares. Primeiro, cara a cara com Romarinho. Depois, salvou com o pé um chute do peruano Guerreiro dentro da pequena área. No entanto, o Palmeiras não resistiu muito mais tempo e o golpe veio dos pés de Romarinho, carrasco alviverde. Aos 15min, o atacante recebeu cruzamento de Fagner e só completou para o fundo do gol.

Depois do gol, o Corinthians recuou um pouco e passou a marcar o Palmeiras em seu campo de defesa. O time alviverde partiu para o ataque e chegou a ter boas chances, a principal dela com Marquinhos Gabriel.

Mas foi Alan Kardec que salvou o time, aos 37 minutos. Ele aproveitou cruzamento de Diogo, que havia acabado de entrar, e empatou o jogo de cabeça.

Jornal Midiamax