Geral

Incêndio destrói loja de utilidades na avenida Afonso Pena; veja vídeo

Bombeiros e Polícia Militar estão no local e retiraram as pessoas de perto do prédio. Chamas e fumaça tomaram conta do centro e a preocupação é de que o incêndio atinja construções vizinhas.

Arquivo Publicado em 07/05/2013, às 20h02

None
1332480037.jpg

Bombeiros e Polícia Militar estão no local e retiraram as pessoas de perto do prédio. Chamas e fumaça tomaram conta do centro e a preocupação é de que o incêndio atinja construções vizinhas.


Um incêndio de grandes proporções destrói a loja ‘Planeta Real’ em Campo Grande na tarde desta terça-feira (7). Os Bombeiros e a Polícia Militar estão no local tentando afastar os curiosos de perto das chamas e fecharam a avenida Afonso Pena no sentido centro-bairro.



Uma multidão acompanha o trabalho dos Bombeiros, que tentam conter as chamas de um prédio vizinho. A preocupação dos Bombeiros é de que o fogo chegue às lojas vizinhas. Uma mulher chegou a desmaiar assustada.



O advogado Carlos Henrique de Oliveira, que é proprietário do segundo andar do prédio Executive Center, ao lado do incêndio, informou que conseguiu falar com os Bombeiros dez minutos depois de ficar tentando ligar.



“Começou no tubo de refrigeração da loja, nós vimos do prédio. Os bombeiros informaram que um veículo com água, tipo ‘pipa’, chegou para abastecer outro e só então o trabalho de combate às chamas começou”.



Para ele, se a equipe tivesse pronta para o combate imediato, a loja não teria sido destruída e nem teria se alastrado para as lojas ao lado.



Diego Felipe Oliveira, de 17 anos, trabalha em uma loja ao lado e relatou ter tentado combater o incêndio com dois extintores.



No local, estão um caminhão com escada magirus para acesso, um caminhão auto-tanque, o auto-bomba rápido e duas unidades de resgate.



O fornecimento de energia elétrica foi cortado no centro da cidade e não há internet disponível.A fumaça é vista a quilômetros do centro da cidade e pessoas postam foto da visão do incêndio dos seus locais de trabalho pelo Facebook.


Jornal Midiamax