Geral

Brasil bate Portugal e fecha ano com título da Copa das Nações

A Seleção Brasileira de futebol de areia encerrou a temporada com um título. Na manhã deste domingo, a equipe comandada por Júnior Negão derrotou Portugal por 7 a 4 e conquistou o tricampeonato Copa das Nações, disputada no Recife. O time tem folga curta, já que a partir de 5 de janeiro joga a Copa […]

Arquivo Publicado em 22/12/2013, às 15h13

None

A Seleção Brasileira de futebol de areia encerrou a temporada com um título. Na manhã deste domingo, a equipe comandada por Júnior Negão derrotou Portugal por 7 a 4 e conquistou o tricampeonato Copa das Nações, disputada no Recife. O time tem folga curta, já que a partir de 5 de janeiro joga a Copa América.


O terceiro lugar da Copa das Nações ficou com a Suíça, que no primeiro jogo de domingo derrotou o Uruguai por 5 a 3.


Apesar do título no último torneio do ano, a Seleção decepcionou na principal competição da temporada. Na Copa do Mundo do Taiti, o time nacional foi eliminado na semifinal e teve que se contentar com o terceiro lugar, vendo a Rússia conquistar o bicampeonato consecutivo.


Neste domingo, O Brasil abriu o placar já no início do jogo em uma bela jogada iniciada por Bruno Xavier, que fez passe elevado para Buru aparecer nas costas da defesa e tocar para as redes. Pouco depois, foi a vez do próprio Bruno Xavier marcar, desviando de cabeça a cobrança de lateral.


Portugal diminuiu ainda no primeiro tempo em uma cobrança de falta de Lúcio, que contou com a sorte ao ver a bola quicar na areia e encobrir o goleiro Mão. Sidney chegou a deixar a Seleção novamente com dois tentos de vantagem, mas José Maria marcou de voleio um golaço para os portugueses.


O quarto gol brasileiro saiu já na segunda etapa de partida pelo pé direito de Datinha, em arremate já de dentro da área. Logo na sequência, foi a vez de Madjer aproveitar vacilo da defesa nacional e anotar de cabeça o terceiro tento da equipe europeia. Mas Mauricinho e Lucão marcaram seguidamente para a Seleção, garantindo vantagem mais confortável.


Portugal começou o terceiro tempo com ritmo forte e logo diminuiu o marcador com cabeçada de José Maria. Os europeus seguiram pressionando, mas a reação foi freada por Mauricinho, que pelo alto selou a vitória e o título nacionais no Recife.

Jornal Midiamax