Geral

Vasco vence clássico eletrizante, ‘dá férias’ ao Flamengo e decide com o Botafogo

O Vasco será o adversário do Botafogo na final da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Neste domingo, em mais um clássico eletrizante no Engenhão, os vascaínos venceram por 3 a 2, garantindo uma vaga na decisão; no sábado, o Botafogo havia conquistado um lugar na final com 4 a 2 sobre o […]

Arquivo Publicado em 22/04/2012, às 22h02

None

O Vasco será o adversário do Botafogo na final da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Neste domingo, em mais um clássico eletrizante no Engenhão, os vascaínos venceram por 3 a 2, garantindo uma vaga na decisão; no sábado, o Botafogo havia conquistado um lugar na final com 4 a 2 sobre o Bangu.


A segunda semifinal entre os dois clubes foi tão emocionante quanto a primeira. Mas, se na Taça Guanabara o jogo ficou famoso pelo incrível gol perdido por Deivid, o jogo deste domingo terá a marca dos belos gols de Felipe e Kleberson. Os dois meias, veteranos, ditaram o ritmo das equipes.


Com o resultado, o Vasco começa a preparação para o duelo com o Botafogo, no próximo domingo. O vencedor enfrentará o Fluminense – campeão da Taça Guanabara – nos dias 6 e 13 de maio, pelo título do Estadual do Rio.


O Flamengo, por sua vez, deve começar um longo período de férias. A próxima partida oficial que o clube tem marcada é apenas em 20 de maio, diante do Sport, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.


A partida deste domingo no Engenhão começou em ritmo eletrizante. Logo aos dois minutos, após um passe errado de Diego Souza no meio-campo, Kleberson deu um belo passe para Vagner Love. Frente a frente com Fernando Prass, o atacante teve calma para tocar sem chances para o goleiro, abrindo o placar.


A resposta do Vasco não demorou. No minuto seguinte, Éder Luis recebeu passe de Diego Souza e tocou na saída de Felipe. A bola foi rolando em direção ao gol, mas o lateral Junior César deu um carrinho salvador, evitando em cima da linha o que seria o empate.


Aos 13 minutos, contudo, o Vasco chegou ao empate. Felipe arriscou de fora da área, o goleiro Felipe rebateu e Éder Luis apareceu para concluir – desta vez, nenhum defensor do Flamengo estava lá para evitar o gol.


Depois de empatar, o Vasco passou a criar mais oportunidades. Aos 32 minutos, Diego Souza foi lançado pelo veterano Felipe, mas o goleiro do Flamengo saiu bem e antecipou-se, evitando que a conclusão do meio-campista vascaíno chegasse ao segundo gol.


Aos 41 minutos, a insistência foi premiada. Depois de cruzamento na área, Junior César cortou. No rebote, na entrada da área, Felipe arriscou um chute. A bola saiu forte e ainda bateu na trave antes de entrar – um belo gol do veterano meia.


O segundo tempo, assim como o primeiro, começou em ritmo alucinante. Logo no primeiro minuto, o goleiro Felipe deu um carrinho em Alecsandro dentro da área. O árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. No duelo entre Felipes, o veterano meia vascaíno levou a melhor que o goleiro do Flamengo, fazendo 3 a 1.


A resposta do Flamengo não demorou. Aos 7 minutos, Kleberson chutou de fora da área e acertou o ângulo, fazendo mais um belo gol no clássico do Engenhão. Dois minutos depois, Leo Moura avançou pela direita e chutou cruzado; Ronaldinho Gaúcho tentou alcançar a bola, chegou a tocá-la, mas sem força para desviá-la em direção ao gol.

Jornal Midiamax