Geral

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa em Campo Grande

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac) realiza, entre os dias 16 e 19 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) do Estado de Mato Grosso do Sul. O evento é coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e conta com apoio de universidades, […]

Arquivo Publicado em 16/10/2012, às 14h54

None

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac) realiza, entre os dias 16 e 19 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) do Estado de Mato Grosso do Sul. O evento é coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e conta com apoio de universidades, instituições de pesquisa, fundações e Prefeitura Municipal de Campo Grande.


O evento acontecerá das 8 às 19 horas, no Armazém Cultural, com entrada franca. A SNCT visa despertar o interesse dos participantes por inovações tecnológicas, a ponto de seguirem carreiras científicas e ampliar a divulgação dos conhecimentos científicos.


Estão previstas apresentações culturais, seminários, oficinas de educação ambiental, exposições das instituições de ciência e tecnologia e premiações. A expectativa é de mobilizar 2,5 mil pessoas, somente em Campo Grande, durante os quatro dias do evento.


Prêmio


“Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza”: este é o tema do prêmio da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT-MS 2012). O concurso é uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente, Planejamento e da Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Semac) para a 9ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2012).


Até 10 de outubro, interessados em participar do prêmio poderão enviar seus trabalhos por e-mail. Outras informações e a ficha de inscrição estão disponíveis no site http://www.semac.ms.gov.br/sucitec


Serão selecionados os melhores projetos sobre questões ambientais, mobilizando alunos e professores. O primeiro e o segundo colocados ganharão notebooks, impressoras multifuncionais, bicicletas ecológicas fabricadas com garrafas pet e bolsas de iniciação científica.


O Prêmio é composto por quatro categorias: ensino fundamental (6º e 7º anos); ensino fundamental (8º e 9º anos); ensino médio (inclusive os que estiverem matriculados na educação profissional e educação de jovens e adultos – EJA), e a última, para professor orientador com maior número de projetos inscritos.

Jornal Midiamax