Geral

Presidente do PSDB reforça discurso de neutralidade no segundo turno

O presidente do PSDB em Campo Grande, Carlos Alberto de Assis, reforçou nesta tarde (9) o desejo de seu grupo político de não apoiar ninguém no segundo turno da eleição na Capital, disputado por Alcides Bernal (PP) e Edson Giroto (PMDB). “O sentimento do grupo é de não apoiar ninguém”, declarou Assis. O presidente do […]

Arquivo Publicado em 09/10/2012, às 19h34

None
962769269.jpg

O presidente do PSDB em Campo Grande, Carlos Alberto de Assis, reforçou nesta tarde (9) o desejo de seu grupo político de não apoiar ninguém no segundo turno da eleição na Capital, disputado por Alcides Bernal (PP) e Edson Giroto (PMDB). “O sentimento do grupo é de não apoiar ninguém”, declarou Assis.

O presidente do PSDB explicou que o grupo não quer perder o respeito dos 113.629 eleitores que votaram em Reinaldo Azambuja (PSDB). Por isso, segundo ele, a decisão deve ser tomada com bastante sensibilidade, respeitando o povo, que foi ouvido desde o início da campanha do partido, com o “Pensando Campo Grande”.

Assis confidenciou que há uma tendência maior em permanecer neutro. Todavia, o grupo deve se nortear pela pesquisa que já está sendo feita com eleitores de Reinaldo. Caso a pesquisa mostre um empate, o grupo deve anunciar a posição de não apoiar ninguém. Ele avaliou ainda que com o grande resultado no primeiro turno, fazendo Reinaldo ameaçar o candidato governista, o grupo deu um grande passo e conquistou espaço para projetos futuros.

Hoje, Athayde Nery (PPS), candidato a vice de Reinaldo, disse que a coligação poderia ficar neutra. Ele lembrou que o grupo construiu um caminho novo e tem que “saber preservá-lo”. O anúncio de apoio ou não deve ser feito nesta quarta-feira (10).

Jornal Midiamax