Geral

Prefeito anuncia esgoto para toda a Capital e nega aumento na tarifa para moradores

Com as obras do Sanear Morena, a Capital será a primeira do país a ter 100% de rede de coleta e tratamento de esgoto

Arquivo Publicado em 28/04/2012, às 14h07

None

Com as obras do Sanear Morena, a Capital será a primeira do país a ter 100% de rede de coleta e tratamento de esgoto

O início das obras da 3ª etapa do projeto Sanear Morena está marcado para quarta-feira (2). A afirmativa é do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) que divulgou a informação durante evento de lançamento do projeto nesta manhã.

O Sanear Morena prevê investimentos de R$ 636 milhões para expandir a coleta e tratamento de esgoto a 100% das moradias da Capital. Segundo a prefeitura, o prazo para a implantação nos 418 bairros é até 2024 e os consumidores não serão onerados com aumento de tarifa.

Para Nelsinho, o projeto é ousado porque não visa apenas a coleta, mas também o tratamento de esgoto. “A cidade ganha muito. Esta é uma demanda que já estava sendo questionada nos bairros e pelo próprio MPE (Ministério Público Estadual), por que quem não tinha esgoto reclamava e com razão”, afirmou o prefeito.

O governador André Puccinelli, que estava presente, destacou que o projeto está há mais de dez anos tentando ser emplacado. “Começou em outubro de 2000, quando fechei contrato com os espanhóis e não deu certo. Tentei com outra empresa e também não. O Nelsinho já havia tentado antes e nada. Por fim, com rigor do MPE, o contrato foi fechado com a Águas de Guariroba”, declarou. Mesmo com melhorias, a garantia é de que o preço não será repassado para o consumidor

A prefeitura garantiu que mesmo cobrando incremento de 150% nos investimentos da Águas de Guariroba, o usuário não terá aumento de tarifa, além do reajuste anual feito com base no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). “O usuário não será onerado com o aumento da tarifa, pode ficar despreocupado”, disse.

A concessionária Águas de Guariroba vai implantar 2.200 quilômetros de rede, 45 quilômetros de interceptores, duas novas estações de tratamento (região do Imbirussú e Nova Lima), além de ampliar as atuais estações que são localizadas nos bairros Los Angeles e Sayonara. O prefeito disse ainda que a recomendação da prefeitura é danificar o menos possível onde tiver asfalto novo e fazer a ligação de esgoto e depois passar o asfalto onde ainda não tem.

Jornal Midiamax