Geral

Nelsinho diz que não tem alternativa e afirma que não desistirá do governo

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB) afirmou na manhã desta quarta-feira (21) que não pretende desistir da candidatura ao Governo do Estado. Questionado sobre declarações do deputado Eduardo Rocha (PMDB) de que Simone Tebet (PMDB) e ele poderiam compor uma mesma chapa em 2014, o prefeito disse que não falaria sobre a eleição […]

Arquivo Publicado em 21/11/2012, às 13h56

None

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB) afirmou na manhã desta quarta-feira (21) que não pretende desistir da candidatura ao Governo do Estado. Questionado sobre declarações do deputado Eduardo Rocha (PMDB) de que Simone Tebet (PMDB) e ele poderiam compor uma mesma chapa em 2014, o prefeito disse que não falaria sobre a eleição de 2014. Porém, indagado sobre o porquê de rejeitar tanto o Senado Federal, Nelsinho justificou que não tem alternativa:

“Ou vou nessa questão do executivo ou vou para o Executivo. Não tenho alternativa. É meu perfil executar. Estar à frente da Prefeitura de Campo Grande é algo muito forte. Ela te dá condição e preparo para enfrentar o desafio que é gerenciar o Estado”, justificou.

Nelsinho garantiu que não pensa em deixar o PMDB e diz que a eleição de 2012 já ficou para trás. “Vocês estão sempre voltando na questão da última eleição. Já passou. Agora é olhar para frente e tocar a situação para frente. Eu não vou trocar de partido”.

Nelsinho ameaçou trocar de partido depois que em entrevista ao Midiamax, o presidente estadual do PMDB, Esacheu Nascimento, disse que ele saiu enfraquecido do partido e que Simone seria candidata natural. Nelsinho ficou irritado e pediu a saída de Esacheu, alegando que deixaria o partido caso ele continuasse. Após a polêmica, Nelsinho adotou um discurso mais ameno e disse que não deixaria o partido. Todavia, tem se esquivado de perguntas sobre a eleição de 2014.

Jornal Midiamax