Geral

Lista dos dez municípios mais populosos não teve mudanças em Mato Grosso do Sul

Os dez municípios sul-mato-grossenses mais populosos continuam os mesmos com relação ao ano passado, segundo as estimativas populacionais de 2012 divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta sexta-feira (31). A única alteração na lista foi o terceiro lugar, antes ocupado por Corumbá, que passou agora para Três Lagoas. A novidade reflete...

Arquivo Publicado em 01/09/2012, às 14h34

None
1314007958.jpg

Os dez municípios sul-mato-grossenses mais populosos continuam os mesmos com relação ao ano passado, segundo as estimativas populacionais de 2012 divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta sexta-feira (31).


A única alteração na lista foi o terceiro lugar, antes ocupado por Corumbá, que passou agora para Três Lagoas.


A novidade reflete o movimento de crescimento na região leste de MS, impulsionada pela instalação de grandes indústrias, além de revelar que o local possui o único foco de desenvolvimento no território su-mato-grossense capaz de interferir na densidade demográfica do estado.


Com 805.397 habitantes estimados neste ano, Campo Grande rompeu a barreira dos 700 mil moradores. A capital é o único município sul-mato-grossense com população acima do meio milhão de habitantes, quase quatro vezes a população da segunda cidade no ranking, Dourados, que tem 200.729 pessoas.


A população douradense também rompeu um patamar numérico, passando dos 200 mil habitantes em 2012. A estimativa de Dourados passou de 198.422, no ano passado, para 200.729 moradores neste ano.


No terceiro lugar, onde aconteceu a única mudança, Três Lagoas, com 105.224 habitantes, ultrapassou Corumbá, que tem 104.912 moradores estimados. Ainda integram a lista dos cinco mais populosos os municípios de Ponta Porã, com 80.433 habitantes, e Naviraí, com 47.899 moradores.


Do quinto ao décimo posto no ranking dos mais populosos, todos os municípios sul-mato-grossenses têm menos de 50 mil habitantes, seguindo o perfil de Mato Grosso do Sul de cidades pequenas e pouco povoadas.


Brasil: mais de 190 milhões


As estimativas do IBGE apontam que o Brasil tenha chegado a 2011 com 193.946.886 habitantes. O total representa um aumento de 3.191.087 com relação a 2010, quando a população chegou a 190.755.799.


São Paulo continua sendo a cidade mais populosa, com 11,37 milhões de habitantes, seguida por Rio de Janeiro (6,39 milhões), Salvador (2,71 milhões), Brasília (2,64 milhões) e Fortaleza (2,50 milhões). Em relação a 2010, não houve mudança na lista dos 15 municípios mais populosos.


Juntos, esses municípios somam 40,75 milhões de habitantes, representando 21,02% da população nacional.


De acordo com o IBGE, as estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários e são, também, um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios.


Após a publicação da tabela total no Diário Oficial da União de ontem (31), os interessados terão 20 dias para apresentar reclamações fundamentadas ao IBGE, que decidirá conclusivamente. Até 31 de outubro, as estimativas definitivas serão encaminhadas ao Tribunal de Contas da União.

Jornal Midiamax