Geral

Jornal da Praça de Ponta Porã está suspenso por tempo indeterminado

A circulação do Jornal da Praça, de Ponta Porã – distante a 350 km de Campo Grande, está suspensa por tempo indeterminado. A decisão foi tomada pela família do empresário Luiz Henrique Georges, proprietário do veículo de comunicação, assassinado nesta quinta-feira (4). Além de Georges, outro homem identificado como Felipe Neri Vera, também morreu. Já […]

Arquivo Publicado em 05/10/2012, às 14h06

None

A circulação do Jornal da Praça, de Ponta Porã – distante a 350 km de Campo Grande, está suspensa por tempo indeterminado. A decisão foi tomada pela família do empresário Luiz Henrique Georges, proprietário do veículo de comunicação, assassinado nesta quinta-feira (4).

Além de Georges, outro homem identificado como Felipe Neri Vera, também morreu. Já o passageiro Ananias Duarte, que estava no banco de trás, foi encaminhado para o hospital regional em estado grave.

A polícia civil está com efetivo nas ruas na tentativa de descobrir a autoria dos crimes. Pistoleiros em uma caminhonete modelo Blazer, cor preta, atiraram contra o veículo Pajero, onde estavam as vítimas na avenida Brasil, centro de Ponta Porã. O clima na cidade é tenso. Até o momento ninguém foi preso.

No início do ano o jornalista e editor do Jornal da Praça, Paulo Rocaro, foi assassinado nos mesmos moldes e em local próximo onde Georges foi executado.

Jornal Midiamax