Geral

Deputados tidos como favoritos perdem eleição no interior do Estado

Onevan de Matos e Diogo Tita saíram derrotados das urnas, respectivamente, em Naviraí e Paranaíba e frustraram expectativa de suplentes

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 00h43

None
739668458.jpg

Onevan de Matos e Diogo Tita saíram derrotados das urnas, respectivamente, em Naviraí e Paranaíba e frustraram expectativa de suplentes

Os deputados Onevan de Matos (PSDB) e Diogo Tita (PPS), tidos como favoritos nas pesquisas de intenções de voto, perderam a eleição em Naviraí e Paranaíba, respectivamente. Os deputados já foram prefeitos nos município e tentavam voltar para o Executivo.


Onevan de Matos enfrentou o sobrinho, Léo Matos (PV), e foi derrotado por 53,54% (14.114 votos) a 44,80% (11.810 votos). Já Diogo Tita perdeu para o atual prefeito, Zé Braquiara (PDT), por 45,84% (10.463 votos) a 38,97% (8.896 votos).


Entre os deputados, Paulo Duarte (PT) foi o único vitorioso no primeiro turno, vencendo a concorrente Solange (PMDB) por 53,77% (27.400 votos) a 28,24% (14.387 votos).


Frustração


As derrotas de Tita e Onevam frustraram as expectativas de Youssif Domingos (PMDB) e Osvane Ramos (PTdoB), que ocupariam as vagas caso a dupla fosse eleita. Com a eleição de Paulo Duarte, o vereador Lídio Lopes (PP), que nem chegou a concorrer a reeleição em Campo Grande, ocupará uma vaga na Assembleia Legislativa. 


O deputado Alcides Bernal (PP) também concorreu a prefeitura e enfrentará o candidato do PMDB, Edson Giroto, em Campo Grande. Bernal fechou o primeiro turno com 40,18% (176.288 votos), contra 27,99% (122.813 votos) de Giroto. Cabo Almi (PT) também disputava a Prefeitura de Campo Grande como vice de Vander Loubet (PT), mas ficou em quarto lugar, com 4,87% (21.377 votos). Caso Bernal vença, o ex-deputado Amarildo Cruz (PT) volta à Assembleia.

Jornal Midiamax