Geral

Cigcoe prende quadrilha de sequestradores de caminhoneiro em Campo Grande

Um dos sequestradores moreu durante troca de tiros com a polícia

Arquivo Publicado em 28/08/2012, às 14h30

None
737789292.jpg

Um dos sequestradores moreu durante troca de tiros com a polícia

Mais um caminhoneiro foi alvo de bandidos na tarde de ontem (27), com a contratação de um falso frete em Campo Grande.


Enquanto a vítima estava no cativeiro, a Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) recebeu uma denúncia e iniciou a caça aos criminosos. Cinco foram presos, uma está sendo procurada e o outro morreu minutos após a troca de tiros com a polícia.


Segundo o tenente Rocha, o caminhoneiro foi contratado para fazer um frete até o distrito de Anhanduí, retornando para a Capital logo em seguida. O local de encontro foi o posto de saúde do bairro Aero Rancho, onde segundo a polícia Thiago Ferreira Mendes, 26 anos, e Katiuscia Benites de Souza 21 anos, se apresentaram como sendo os contratantes do serviço.


Eles entraram no caminhão baú Mercedes-Benz placa AAG 0769 e, nas proximidades do Aeroporto Teruel, localizado na saída para São Paulo, o casal anunciou o assalto. A vítima, o motorista de 54 anos, foi levado para um matagal a 500 metros e amarrado. A mulher ficou cuidando da vítima, a todo o momento com uma arma apontada para a sua cabeça, enquanto Thiago foi levar o caminhão para um comparsa dirigir e o vender no Paraguai.


Meia hora depois ele retornou em uma moto e a entregou para Katiuscia fugir. Nesse momento a Cigcoe chegava à casa de Rafael Trajano da Silva Kanashiro, 21 anos, localizada no Jardim Talismã. Ele e Lucas Adriel de Oliveira dos Reis, 18 anos, Gilberto Roque Lopes Júnior, 21 anos, e Luciano Conceição de Freitas, 20 anos, também participavam do roubo e sequestro. A princípio eles negaram envolvimento, mas depois confessaram que ajudariam na fuga.


Os policiais se dirigiram ao local do cativeiro e teve início a troca de tiros. Thiago jogou a vítima em direção aos policiais, como se fosse um escudo e disparou algumas vezes. Ele fugiu, mas foi encontrado novamente próximo ao macroanel rodoviário, quase entrando em um veículo Palio que o resgataria. Houve mais uma vez a troca de tiros, sendo que Thiago disparou duas vezes contra a guarnição e foi atingido.


A polícia afirma que ele foi socorrido, mas morreu 15 minutos após dar entrada na Santa Casa. Do bando, Katiuscia está sendo procurada e o condutor do caminhão, identificado como Dornelles da Silva Lopes 43 anos, foi preso em uma abordagem da PRE (Polícia Rodoviária Estadual) na cidade de Amambaí, distante a 342 quilômetros de Campo Grande.


O caso foi encaminhado a Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos). Os envolvidos vão responder por roubo, sequestro, cárcere privado, formação de quadrilha, resistência e porte ilegal de arma de fogo.

Jornal Midiamax