Geral

Situação da Cratera do Nova Lima é discutida em audiência Pública, em Campo Grande

Pontos relevantes do projeto de recuperação da erosão localizada na rua Marquês de Herval, no bairro Nova Lima, foram discutidos nesta segunda-feira (28), em uma audiência pública, realizada pela Comissão Permanente de Obras e Serviços e Comissão Permanente de Meio Ambiente, da Câmara Municipal  Campo Grande (MS). O problema que se agravou com as fortes […]

Arquivo Publicado em 28/11/2011, às 17h33

None

Pontos relevantes do projeto de recuperação da erosão localizada na rua Marquês de Herval, no bairro Nova Lima, foram discutidos nesta segunda-feira (28), em uma audiência pública, realizada pela Comissão Permanente de Obras e Serviços e Comissão Permanente de Meio Ambiente, da Câmara Municipal  Campo Grande (MS).


O problema que se agravou com as fortes chuvas do mês de outubro tem preocupado os moradores e comerciantes da região do bairro Nova Lima.


De acordo com a vereadora Thais Helena (PT), que é membro da Comissão de Meio Ambiente, o problema precisa ser priorizado em razão das chuvas que podem acontecer na capital. “A erosão do Nova Lima tem de ser prioridade é necessário uma ação emergencial”.


Para Maria Clara Kaplan, presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB/MS, é fundamental a realização de um trabalho social, ambiental e de monitoramento da região. “O licenciamento ambiental acaba sendo comprometido em função da urgência do problema”.


Maria Clara destacou a necessidade da defesa civil estar diretamente envolvida no projeto para conter as tragédias. “Tem que ter um plano emergencial no Nova Lima”.
Segundo o secretário municipal de infraestrutura, transporte e habitação, João Antônio De Marco, enquanto os recursos não forem liberados para a realização das obras, a secretaria intervirá com os recursos oriundos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

Jornal Midiamax