Geral

Marcha contra a corrupção reúne 210 pessoas na Avenida Paulista

Sob uma chuva fina, 210 pessoas saíram hoje (15) em passeata pela Avenida Paulista, região central de São Paulo, para protestar contra a corrupção. Elas carregavam faixas e gritavam palavras de ordem. No meio do protesto, fizeram uma pausa para cantar o Hino Nacional. Atos semelhantes foram programados para esta terça-feira em várias cidades do […]

Arquivo Publicado em 15/11/2011, às 20h11

None

Sob uma chuva fina, 210 pessoas saíram hoje (15) em passeata pela Avenida Paulista, região central de São Paulo, para protestar contra a corrupção. Elas carregavam faixas e gritavam palavras de ordem. No meio do protesto, fizeram uma pausa para cantar o Hino Nacional. Atos semelhantes foram programados para esta terça-feira em várias cidades do país.

A manifestação em São Paulo foi organizada pela União contra a Corrupção, que reúne vários movimentos sociais, como a Marcha contra a Corrupção, o Movimento Brasil Social, os Revoltados Online e a Marcha nas Ruas. A expectativa dos organizadores do protesto era levar milhares de pessoas à Avenida Paulista.

Entre os manifestantes que ocuparam uma das faixas da avenida estava a engenheira Isis Fitipaldi, coordenadora da Marcha nas Ruas em Mato Grosso. Ela disse que estava em São Paulo para assistir a um festival de rock e aproveitou para participar do protesto. “A gente está nesta luta desde junho por causa das denúncias de corrupção nos ministérios.”

Alguns dos participantes estavam com a cara pintada e outros usavam nariz de palhaço. Vestido de Tiradentes (José Joaquim da Silva Xavier, líder da Inconfidência Mineira considerado como o mártir da Independência do Brasil), o desempregado Luís Andriole aproveitou o ato para distribuir panfletos propondo uma votação para reduzir o número de parlamentares.

Já o técnico em edificações Timóteo Ricardo disse que as passeatas são apenas o começo da mobilização por um país sem corrupção. “Não vai ser esta manifestação que mudará o Brasil, mas ela pode resultar em outras e dar um passo muito grande lá na frente.”

Jornal Midiamax