Geral

Líder do PSDB quer debater reformas e aumentar salário mínimo

O novo líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira (SP), assume o cargo no seu segundo mandato com a promessa de fazer “oposição firme e construtiva” ao governo da presidente Dilma Rousseff. Aos 46 anos, o parlamentar de São Paulo terá a responsabilidade de orientar uma bancada de 53 deputados. “O partido quer discutir os grandes […]

Arquivo Publicado em 31/01/2011, às 10h58

None

O novo líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira (SP), assume o cargo no seu segundo mandato com a promessa de fazer “oposição firme e construtiva” ao governo da presidente Dilma Rousseff. Aos 46 anos, o parlamentar de São Paulo terá a responsabilidade de orientar uma bancada de 53 deputados.

“O partido quer discutir os grandes temas nacionais, defender o cidadão, o contribuinte, priorizar a fiscalização e o controle do Orçamento e da gestão”, disse Nogueira. “Vamos fazer ações provocativas para tirar o governo da inércia de não discutir as reformas, depois de ter se comprometido, no período eleitoral, a fazer as reformas. [Também vamos] procurar estabelecer patamares mais adequados sobre o salário mínimo, a correção da tabela do Imposto de Renda e lutar, de maneira implacável, para impedir o aumento da carga tributária. Nossa oposição será patriótica, contrapondo ideias e dando sugestões quando acharmos que algo está irregular.”

Nogueira anunciou que vai propor o reajuste do salário mínimo dos atuais R$ 540 para R$ 600, mesmo valor defendido pelo candidato a presidente de seu partido, José Serra, durante a campanha eleitoral.

Imposto de Renda

Em relação ao reajuste da tabela do IR, o deputado pretende cobrar a correção pelo IPCA de 2010, cerca de 5,90%. “Vamos demonstrar, de maneira responsável, que esses valores não vão ameaçar as contas públicas”, disse.

Segundo o novo líder, o PSDB vai propor avanços nas reformas política, tributária e trabalhista. Em relação aos temas mais urgentes na pauta da Câmara, ele se oporá à aprovação da Medida Provisória 520/10, que cria a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para apoiar a prestação de serviços médico-hospitalares, laboratoriais e de ensino e pesquisa nos hospitais universitários federais. “A MP cria muitas despesas sem fundamentação”, avalia Duarte Nogueira.

Integrante da bancada ruralista – o deputado é agricultor, pecuarista e engenheiro agrônomo –, o novo líder do PSDB já foi filiado ao PFL, ao PTB e ao PRN.

Jornal Midiamax