Geral

Leilão de bens de traficante arrecada R$ 6,8 milhões aos cofres da União

A Justiça Federal concluiu o leilão de bovinos confiscados de traficantes de drogas em Mato Grosso do Sul, e arrecadou R$ 6,8 milhões aos cofres da União. A última fase do leilão foi encerrada nesta quarta-feira (9), com lotes sendo comercializados com 40% de desconto sobre o valor mínimo dos lances. Mais de 100 pessoas […]

Arquivo Publicado em 10/02/2011, às 10h48

None

A Justiça Federal concluiu o leilão de bovinos confiscados de traficantes de drogas em Mato Grosso do Sul, e arrecadou R$ 6,8 milhões aos cofres da União. A última fase do leilão foi encerrada nesta quarta-feira (9), com lotes sendo comercializados com 40% de desconto sobre o valor mínimo dos lances.


Mais de 100 pessoas estavam presentes no local, a maioria pecuaristas e criadores. Assim como no leilão anterior, este também foi acompanhado via internet em tempo real. Cerca de 25% dos arremates foram feitos de forma on-line.


Segundo o Dr. Paulo Fonseca, veterinário contratado pela organizadora do evento para vistoriar e fazer o laudo técnico dos animais, o gado está em excelentes condições: “Cerca de 85% do rebanho é Nelore. Os bois pesam entre 18 a 19 arrobas e as vacas estão padronizadas, com média de 13 arrobas. Já os bezerros tem idade de 60 a 90 dias”, fato que motivou ainda mais os arrematantes.


O gado foi dividido em 35 lotes, todos foram vendidos. O Juiz Federal Dr. Odilon de Oliveira salientou que qualquer divergência do bem arrematado, o valor poderá ser devolvido. Os bens deverão ser pagos em dinheiro, com pagamento de sinal de 20% e comissão da leiloeira à vista e o restante no prazo de 15 dias, mediante depósito em conta corrente.

Jornal Midiamax