Geral

Alemanha suspende exportação de armas para o Egito

A Alemanha suspendeu a exportação de armas ao Egito, alegando a preocupação com os direitos humanos durante os protestos que exigem a renúncia do presidente Hosni Mubarak, há 30 anos no poder. “Em vista a atual situação no Egito… o processamento desses requerimentos está agora suspenso. O Ministério da Economia também analisa as autorizações que […]

Arquivo Publicado em 07/02/2011, às 18h12

None

A Alemanha suspendeu a exportação de armas ao Egito, alegando a preocupação com os direitos humanos durante os protestos que exigem a renúncia do presidente Hosni Mubarak, há 30 anos no poder.




“Em vista a atual situação no Egito… o processamento desses requerimentos está agora suspenso. O Ministério da Economia também analisa as autorizações que já foram concedidas,” informou o Ministério da Economia alemão em um comunicado na segunda-feira.



A Alemanha vendeu cerca de 22 milhões de euros (30 milhões de dólares) em armamentos ao Egito em 2010, após exportar o equivalente a 77,5 milhões de euros em 2009, disse o ministério, responsável por aprovar todas as exportações de armas.



Reportagens disseram que ao menos parte das exportações de armas incluía metralhadoras destinadas à polícia.



No começo da repressão aos manifestantes no mês passado, a Alemanha ameaçou cortar a ajuda ao desenvolvimento do Egito –um dos principais recebedores da assistência alemã–, caso as autoridades não deixassem de usar a violência.




Jornal Midiamax