Geral

Pai e filha são atropelados por motocicleta sem luz

Um acidente ocorrido na Rua Batista de Azevedo, próximo ao cruzamento com a Rua Aeroporto Internacional, no Bairro da Granja, em Ponta Porã, provocou ferimentos em A.O.N., de 47 anos e em sua filha, G.A.N., de 13 anos. Os dois estavam caminhando em companhia de S.A.B., de 38 anos, esposa da vítima e mãe da […]

Arquivo Publicado em 25/10/2010, às 22h05

None

Um acidente ocorrido na Rua Batista de Azevedo, próximo ao cruzamento com a Rua Aeroporto Internacional, no Bairro da Granja, em Ponta Porã, provocou ferimentos em A.O.N., de 47 anos e em sua filha, G.A.N., de 13 anos. Os dois estavam caminhando em companhia de S.A.B., de 38 anos, esposa da vítima e mãe da menor.


Pai e filha foram atropelados por R.T.A.C., de 22 anos, habilitado, aparentando estar embriagado, que pilotava uma motocicleta de origem estrangeira Kenton GL 150 cc, sem placa, cor preta, ano 2008, que trafegava em alta velocidade pela Rua Batista de Azevedo, sentido bairro-centro, com farol apagado.


A polícia informou que segundo o próprio condutor, o farol do veículo estava com mal contato. As vítimas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e conduzidas ao hospital regional. O homem sofreu fratura no fêmur da perna esquerda e escoriações e a menor teve escoriações múltiplas, sendo necessário sutura na região frontal.


O motociclista foi detido e encaminhado ao 1º Distrito Policial para providências legais, sendo entregue com escoriações provenientes do acidente. Ele se recusou a realizar o teste do etilômetro, sendo lavrado termo de constatação do estado de embriaguês. A moto foi recolhida ao pátio do Detran. A carteira do acusado foi recolhida, pois estava vencida há mais de 30 dias.

Jornal Midiamax