Geral

Médico do Flu chama Fred de covarde

Depois de ouvir as duras críticas do atacante Fred, que na última quinta-feira culpou o trabalho dos médicos do Fluminense pela nova lesão que o afastou dos gramados, o chefe da equipe médica do clube, Michael Simoni, anunciou que não seguirá no cargo e rebateu as alegações do jogador de forma veemente. Em entrevista coletiva, […]

Arquivo Publicado em 10/09/2010, às 19h55

None

Depois de ouvir as duras críticas do atacante Fred, que na última quinta-feira culpou o trabalho dos médicos do Fluminense pela nova lesão que o afastou dos gramados, o chefe da equipe médica do clube, Michael Simoni, anunciou que não seguirá no cargo e rebateu as alegações do jogador de forma veemente.

Em entrevista coletiva, Fred revelou que está com nova lesão na panturrilha esquerda, contatada após um exame realizado em São Paulo na quarta-feira, e afirmou que “houve precipitação” do departamento médico por ter o liberado para voltar a treinar. “Não foi ansiedade minha”, assegurou o atleta.

Simoni, porém, garante que ele tinha condições de retornar aos treinamentos. “Poucas vezes eu ouvi tanta bobagem junta. Eu acho que o Fred não é uma pessoa avalizada para falar de medicina ou de julgar uma série de coisas, na qual ele foi extremamente contraditório. Ele mesmo na entrevista dele menciona outros atletas dizendo ”ó, o Dentinho (atacante do Corinthians) já sentiu não sei quantas vezes”, mas o Dentinho não foi fazer o que ele fez na mídia. Tentou se tratar e ficar bom”, afirmou Simoni, em entrevista ao canal Sportv.

Em seguida, o médico acusou Fred de traição e lembrou que o jogador já teve várias outras lesões curadas dentro do clube. “Ele (Fred) vai, não dá mais notícias em relação a isso e hoje (quinta-feira) aparece com essa coletiva absolutamente infeliz e na minha opinião traiçoeira.

É um atleta que tinha liberdade para sentar comigo e conversar, como tantas vezes precisou. Vários estiramentos musculares curados no Fluminense, inclusive o da outra panturrilha, mas infelizmente tem que aparecer um culpado, e ele elegeu o culpado uma pessoa que esteve do lado dele o tempo todo”, reforçou Simoni, que também acusou Fred de ser covarde neste episódio.

“Agora eu não vou falar de novo das condições da vida dele, de nada, porque isso seria covardia, e não vou usar da mesma moeda que ele usou comigo”, disse o médico, que, ao ser questionado sobre se continuará trabalhando no Fluminense, respondeu: “Não, não há a menor possibilidade”.

Por causa da nova lesão que sofreu, Fred acredita que levará de “de sete a dez dias para voltar a treinar” e, com isso, ficará fora pelo menos dos dois próximos jogos do Fluminense no Campeonato Brasileiro, sendo o segundo deles o decisivo confronto contra o vice-líder Corinthians, na quarta-feira, no Engenhão.

Jornal Midiamax