Geral

Eliane Cantanhêde: PT precisa reforçar imagem de Dilma

O pré-candidato à Presidência do PSDB, José Serra, abriu nove pontos de vantagem sobre Dilma Rousseff (PT), segundo a pesquisa Datafolha publicada na edição deste sábado da Folha (íntegra disponível somente para assinantes do jornal ou do UOL). O tucano tem 36% e a petista 27% das intenções de voto. Na pesquisa realizada em fevereiro, […]

Arquivo Publicado em 27/03/2010, às 15h30

None

O pré-candidato à Presidência do PSDB, José Serra, abriu nove pontos de vantagem sobre Dilma Rousseff (PT), segundo a pesquisa Datafolha publicada na edição deste sábado da Folha (íntegra disponível somente para assinantes do jornal ou do UOL).


O tucano tem 36% e a petista 27% das intenções de voto. Na pesquisa realizada em fevereiro, Serra tinha 32% e Dilma 28%.


A virada tão esperada pelo Palácio do Planalto e pelo PT não aconteceu. Para Eliane Cantanhêde, colunista da Folha e da Folha Online, a oposição tem um bom candidato, sólido desde o início das pesquisa e com percentuais sempre acima de 30%.


O governo, porém, tem as melhores condições, porque Lula é recordista de popularidade, o governo tem ramificações pelo país inteiro e Dilma conseguiu uma aliança partidária mais forte –o que significa mais tempo na televisão durante a campanha.


“O PSDB precisa reforçar sua campanha para dar suporte ao seu candidato. Já o governo precisa reforçar a imagem da sua candidata, aproximá-la da força de Lula para se encontrar com a força da campanha”, afirma Cantanhêde neste podcast.


Ciro Gomes (PSB) ficou com 11% (tinha 12% em fevereiro). Marina Silva (PV) está estacionada e manteve os 8% obtidos no mês passado.


Em um eventual segundo turno, o tucano venceria a petista por 48% contra 39%.


A pesquisa, registrada sob o número 6617/2010, foi realizada nos dias 25 e 26 com 4.158 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Jornal Midiamax