Geral

Diretório Nacional proíbe expressamente PT de Dourados de apoiar Murilo, do DEM

PT de Dourados deve cumprir resolução da Direção Nacional que tem caráter terminativo e proibiu manobra para petistas douradenses apoiarem candidato do Democratas

Arquivo Publicado em 30/12/2010, às 19h30

None

PT de Dourados deve cumprir resolução da Direção Nacional que tem caráter terminativo e proibiu manobra para petistas douradenses apoiarem candidato do Democratas

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Dourados deve cumprir a resolução da direção nacional do partido emitida no dia 21 de dezembro que trata da posição que o PT deve tomar na escolha de candidatos para a eleição de seis de fevereiro.


O secretário nacional de Organização do PT, Paulo Frateschi acaba de responder a uma consulta feita pelo vice-presidente do diretório Estadual do PT Rubens Alves que pedia explicações sobre a decisão da direção nacional.


Em documento encaminhado ao diretório estadual, Paulo Frateschi afirma que a resolução aprovada em 21 de dezembro tem caráter “terminativo e cabe à executiva municipal de Dourados fazer com que seja cumprida”.


A direção nacional do PT aprovou naquela data uma resolução referente ao processo eleitoral em Dourados no qual referenda o calendário apresentado pela Secretaria de Organização nacional manifestando decisão contrária a inclusão do DEM na chapa petista.


Frateschi afirmou que o documento encaminhado ao Tenente Pedro Ferreira, presidente do diretório municipal de Dourados trata-se de uma resolução e não recomendação como muitas pessoas quiseram interpretar.


Uma vez que a direção nacional já se manifestou sobre a questão Paulo Frateschi considera “que há uma decisão de uma instância superior a ser cumprida, não havendo necessidade de colocar a questão em votação novamente”.


O geógrafo Natal Ortega integrante da corrente Articulação de Esquerda que defende candidatura própria e o nome do vereador Elias Ishy disse que diante desta resposta da direção nacional é bem provável que até as 19h antes do início do Encontro Municipal deverá ser retirada a da pauta de votação a tese de coligação com o DEM.

Jornal Midiamax