Geral

Circuito de Ópera gratuita chega a Campo Grande e Dourados

Domitila, a ópera de Câmara do compositor João Guilherme Ripper, está circulando pelo Sul e Centro-Oeste do Brasil, através do Prêmio FUNARTE de Música Clássica 2010. Depois de percorrer Porto Alegre-RS, Joinville-SC e Cuiabá-MT, o concerto cênico chega a Campo Grande nesta segunda-feira, 1º de novembro. A apresentação gratuita acontece às 20h30 no Teatro Glauce […]

Arquivo Publicado em 30/10/2010, às 10h53

None

Domitila, a ópera de Câmara do compositor João Guilherme Ripper, está circulando pelo Sul e Centro-Oeste do Brasil, através do Prêmio FUNARTE de Música Clássica 2010. Depois de percorrer Porto Alegre-RS, Joinville-SC e Cuiabá-MT, o concerto cênico chega a Campo Grande nesta segunda-feira, 1º de novembro.

A apresentação gratuita acontece às 20h30 no Teatro Glauce Rocha, localizado no Campus da UFMS. Na quarta-feira, 3 de novembro, o concerto vai a Dourados, às 20h no Teatro Municipal.

Serviço: Informações sobre a ópera em Campo Grande pelo telefone 9991-8523. Não é necessário retirar ingressos com antecedência. Outras informações pelo site da Funarte http://www.funarte.gov.br/portal/2010/10/26/domitila-opera-sobre-um-historico-amor-proibido/ .

Ópera

A soprano Maíra Lautert, a pianista Priscila Bomfim, o clarinetista Thiago Tavares e o Violoncelista Mateus Ceccato se unem, sob direção cênica de Luiz Kleber Queiroz, para apresentar ao público o último dia da Marquesa de Santos na côrte – o dia em que ela escreve sua última carta ao imperador e amante Pedro I.

Injunções na Casa dos Bragança impuseram ao jovem imperador e viúvo uma nova esposa, mas não a que ele desejava e sim outra escolhida, D. Amélia, de estirpe real. Num trabalho de intensa dramaturgia, Ripper traz à tona a emoção de Domitila, que relembra os momentos em que viveu ao lado de D. Pedro, lendo as cartas que recebeu de seu amado.

Em sua primeira montagem, em 2000, Domitila, recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte. Foi escrita em março de 2000 por encomenda do Centro Cultural Banco do Brasil para o espetáculo Palavras Brasileiras. Depois disso foi apresentada, com diferentes montagens, em São Paulo , Paquetá, Curitiba e Petrópolis. A ópera possui aproximadamente 55 minutos de duração.

Programação

Campo Grande – 01/11 – Teatro Glauce Rocha da Universidade Federal – 20h30

Dourados – 03/11 – Teatro Municipal de Dourados – 20h

Jornal Midiamax