Esportes

Vasco lidera placar por duas vezes, mas fica no empate com o Nova Iguaçu

O Vasco segue seu calvário no Campeonato Carioca. O time cruzmaltino aumentou o jejum neste sábado ao ficar no 2 a 2 contra o Nova Iguaçu, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Estadual. Gabriel Pec, formado na base cruzmaltina, foi o destaque da partida […]

Agência Estado Publicado em 13/03/2021, às 22h41

Assessoria/Vasco
Assessoria/Vasco - Assessoria/Vasco

O Vasco segue seu calvário no Campeonato Carioca. O time cruzmaltino aumentou o jejum neste sábado ao ficar no 2 a 2 contra o Nova Iguaçu, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Estadual. Gabriel Pec, formado na base cruzmaltina, foi o destaque da partida com dois gols marcados.

A situação do Vasco não é das melhores nesse começo de temporada Com o primeiro ponto somado, a equipe comandada por Marcelo Cabo ocupa apenas o décimo lugar e pode terminar a rodada na última posição, caso o Fluminense vença o Flamengo neste domingo e o Macaé derrote o Boavista, na segunda-feira.

Com apenas um dos reforços anunciados no meio de semana dentro de campo – o zagueiro Ernando e um time recheado de garotos -, o Vasco conseguiu dominar completamente o primeiro tempo, pressionando a saída de bola adversária e povoando o campo de ataque. Apesar do domínio, o gol demorou a sair. Aos 32, após fazer pressão no campo de ataque, Gabriel Pec pegou a sobra e finalizou por baixo do goleiro para abrir o placar.

A defesa vascaína, no entanto, bobeou e o Nova Iguaçu deixou tudo igual. Aos 38, Yan fez o cruzamento e o zagueiro Ricardo Graça chegou junto com o atacante Raphael Carioca e acabou colocando contra a própria meta.

O Vasco sentiu o gol. Mesmo com o intervalo para reorganizar a casa, o time demorou para se encontrar na segunda etapa. Apesar do momento ruim, Gabriel Pec, novamente, aproveitou falha da defesa para voltar a colocar os cruzmaltinos na frente do placar Aos 15 minutos, depois de péssimo cruzamento de Talles Magno, a defesa do Nova Iguaçu furou e o meia formado na base do Vasco completou com categoria para o fundo das redes.

A tranquilidade vascaína não durou muito. Isto porque o Nova Iguaçu aproveitou nova bobeira da defesa adversária e deixou tudo igual. Aos 21, Canela venceu Ricardo Graça na disputa de bola e Raphael Carioca apareceu para conferir, em bela finalização.

Com outro estreante em campo, o meia Marquinhos Gabriel, o Vasco foi buscar o ataque. Thiago Reis, que veio do banco, perdeu chance clara aos 27 minutos. Na reta final, o time cruzmaltino sentiu fisicamente e não fez pressão no adversário. Mesmo assim, no último lance, Juninho teve a chance de marcar, mas parou em Luís Henrique.

O Vasco tem uma semana importante pela frente. Na quinta-feira encara a Caldense, às 21h30, no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), pela primeira fase da Copa do Brasil. No próximo sábado, às 18 horas, é dia de clássico contra o Botafogo pelo Estadual.

FICHA TÉCNICA:

NOVA IGUAÇU 2 x 2 VASCO

NOVA IGUAÇU – Luis Henrique; Digão, André Santos, Gilberto e Rafinha; Abuda (Vinícius Matheus), Vandinho e Dieguinho (Baggio); Yan, Canela (Anderson Künzel) e Raphael Carioca. Técnico: Carlos Vitor

VASCO – Lucão; Cayo Tenório (Vinícius), Ernando, Ricardo Graça e MT (Miranda); Bruno Gomes, Andrey (Juninho), Carlinhos (Marquinhos Gabriel) e Gabriel Pec; Talles Magno e Laranjeiras (Tiago Reis). Técnico: Marcelo Cabo.

GOLS – Gabriel Pec, aos 32, e Ricardo Graça (contra), aos 38 minutos do primeiro tempo. Gabriel Pec, aos 15, e Raphael Carioca, aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Paulo Renato Moreira da Silva Coelho.

CARTÕES AMARELOS – Andrey (Vasco)

PÚBLICO e RENDA – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Jornal Midiamax