Esportes

Etapa da Copa HRT de Motovelocidade neste fim de semana receberá público de até 500 pessoas

Segunda fase da competição volta ao Autódromo Internacional Orlando Moura; limitação de público é resultado de ações contra a Covid-19

Humberto Marques Publicado em 19/05/2021, às 16h18

Segunda etapa da Copa HRT de Motovelocidade acontecerá no autódromo da Capital neste final de semana
Segunda etapa da Copa HRT de Motovelocidade acontecerá no autódromo da Capital neste final de semana - Luciano Muta/CBM/Divulgação

Será realizada entre sexta-feira (21) e domingo (23) a segunda etapa da Copa HRT de Motovelocidade, no Autódromo Internacional Orlando Moura, em Campo Grande. O evento, que reunirá pilotos de todo o país, também será aberto gratuitamente a um público de até 500 pessoas.

O torneio, que reúne filiados à CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e vale pontos para o ranking da Femems (Federação de Motociclismo de Mato Grosso do Sul) é dividido nas categorias 1000cc Pró e Light, 600cc Pró e Light e 400cc.

A organização destaca a adoção de medidas de biossegurança estipuladas pelos órgãos de Saúde e os decretos vigentes em Mato Grosso do Sul e Campo Grande para enfrentamento à pandemia de coronavírus. O uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social são obrigatórios entre todos os envolvidos, do público aos organizadores.

“A todo momento as regras serão reforçadas pela locução. Vários cartazes de sinalização também estarão espalhados”, explicou Rodrigo Compagnoni, organizador do torneio.

A presença será garantida no local. A organização controlará o fluxo de pessoas na entrada do autódromo, proibindo a entrada quando a quantidade máxima de pessoas foi atingida –o público liberado está bem abaixo da capacidade máxima do autódromo, que comporta até 35 mil pessoas.

A sexta-feira terá instruções e será reservada para vistorias e baterias de 15 minutos por categorias. Sábado (22), as corridas classificatórias terão baterias de 20 minutos para cada classe. As 400cc são as primeiras, às 14h, seguidas pelas de maior cilindrada em ordem crescente até as 1000cc, que finalizam às 16h. Depois, cada uma terá uma bateria de 15 minutos, sem a disputa pela pole.

Domingo (23), os portões serão abertos às 6h, mas o cronograma prevê a formação do grid de largada da primeira classe às 08h50. As provas da 400cc e da 600cc serão formadas por 10 voltas completas no circuito, já as motos de 1000cc, Pró e Light, correm um pouco mais, com 12 voltas cada.

Além das disputas, o início de cada dia de atividades contará com um Track Day comandado pelo piloto Ricardo Hayashi, campeão do Superbike, maior campeonato profissional da modalidade nas Américas.

“As instruções de pilotagem servem para que o piloto não entre sem noção nenhuma na pista. A intenção é sempre vê-los melhorando. Muitos que fizeram os Track Days ano passado estão participando pela primeira vez de um campeonato”, explicou Compagnoni sobre os cursos ministrados em outubro e novembro últimos.

A Copa HRT é disputada no Autódromo da Capital, com etapas programadas para 2 a 4 de julho (3ª), 4 a 6 de setembro (4ª e 5ª) e 12 a 14 de novembro (final).

Jornal Midiamax